Arquivo de etiquetas: menina

Menina, mulher, senhora…

Somos nós, as que enfrentam o mundo em saltos altos, temos tanta ou mais inteligência que muitos homens, curamos cortes e arranhões com um beijo, temos a sensibilidade de uma flor e a força de uma leoa… Defendemos os nossos com a vida, lutamos com toda a garra para por comida na mesa e alimentar o nosso ninho… Somos seres complicados,é verdade… Nem todos os manuais do mundo seriam capazes de fazer com que se compreendesse o nosso intimo,mas somos ao mesmo tempo o ser mais simples que há… Continuar a lerMenina, mulher, senhora…

Morena de nascença, frontal sem ofensa!

Menina teimosa,
De sedução no olhar.
Morena de nascença,
Frontal, sem ofensa!
Se assim sou, parte de mim sempre o foi
E só agora melhorou.
Sê parte de mim,
Completa-me nas minhas diferenças.
Esquece essas divergências
Proporciona energia….
E espalha magia!

© Krishna 2017 #69Letras


Já é primavera, lembras-te?

 

Primavera, palavra mágica, para mim…
E deliciosamente tão esperada.
Não!…
Não pela estação em si que chega com as borboletas a esvoaçar…
essas eu tenho-as em mim
e bem vivas, que vivem quando tu estás em mim, ou perto…
Eu gosto de todas as estações desde que te conheci…
Mas “primavera”…
foi a promessa feita num dia de inverno, onde chovia…
E tu e eu trocávamos mensagens de carinho, de desejo um pelo outro e convidavas-me para ir passear contigo na tua “menina ” e eu cheia de vergonha (fazia-me difícil)…
Lembro-me que respondi; “quando chegar a primavera”…
E que quando chegasse, montava na tua “menina”!!!
Desejosa, estava eu de montar…
Não!…não me sai da cabeça essas palavras que me fizeram sonhar!
Os dois, tu e eu livres, voarmos do mundo, sair por aí a fora, sem rumo, agarrada a ti na tua “menina” que anseia por nos ter juntos e levar-nos para onde o destino quiser…
Para onde tu entenderes,
pois eu, nesse dia não quero saber…
Eu agarrada a ti e sentir o teu prazer nas minhas mãos…
Num cenário deslumbrante, assim como quando estamos juntos a trocar olhares, tão penetrantes!…
De Alma com Alma…
Assim como quando estamos, entre quatro paredes que assistem ao verdadeiro pecado quando estamos juntos, a esse, o maior deles, assim o dizem (os entendidos), mas para mim não!…
Os pecados, são mesmo para serem cometidos e há aqueles que nos levam ao céu…
Esse pecado, Tu e Eu!
Perder-me em pecado…esse estado que só tu e eu sabemos…e é tão nosso!
A verdadeira luxúria em dois seres que fervem um pelo outro e se tornam escravos da vontade de se terem…
A chama constante, de nós dois.
É, o tu quereres e eu já lá estar…
É, o eu pedir-te em seres-me, e tu, já estás à minha espera…
É a palavra que sai da tua boca, mas o meu eco chegou antes…
Dois seres que vivem e se alimentam de prazer carnal.
Prazeres intensos, saudosos, mesmo quando ainda estamos um no outro, a saudade assola…
Mas a primavera chegou e contigo eu quero me perder… algures por aí contigo ou aqui tu comigo…

Pensar que serás meu por algumas horas e poder desfrutar de um Mundo só nosso, intocável, alheio a tudo e a todos e nos perdermos um no outro…
Montados, na tua “menina”, as minhas mãos procurarão o teu corpo e descobrirão essa “guloseima” que coloquei de cognome e tu achaste graça!
E que me acompanha tão bem …
E tu e eu,
sabes o quanto adoro e sei tirar partido como se de o maior doce se tratasse!
Ao pé de ti sentir-me-ei segura e quero viajar sem fim…
para onde me quiseres levar e fazer de mim o teu querer.
Vem, vem me buscar,
estou por metade,
estou em pedaços,
mas se vieres, ficarei por inteira e serei tua,
entregar-me-ei por completo.
E não te esqueças!…faz-me escrava da tua vontade de mim,
apaga este desejo da minha dor de
querer sentir-te…
Sabes que me fascinas!
Desconcentras-me…
Anda!…
Vamos tatuar na estrada a nossa paixão…
Fico à espera…
Chegou a primavera…

© Miss Lost 2017 #69Letras

Menina partida

Menina partida e assustada

Talvez um dia saibas te dar valor, agora o teu olhar não alcança a mulher forte e inquebrável que te tornaste.

Teu coração ainda não despertou da noite escura e profunda doutros pesadelos em que sobreviveste.

Mas até tu, flor mais frágil e desnutrida, vais florescer e irradiar o sol na vida.

Vais ser rainha num reino não tão distante assim e vais ditar leis de soberania numa guerra que já teve fim.

Julgas-te o menos da equação. No entanto sem ti, não há soma que dê saldo positivo.

Menina assustada  e partida, teu infortúnio já teve fim…

 

 

©Miss Steel 69letras 2017 

 

 

 

 

Entrega total…

Despertas o meu lado traquina, de mulher mas tão menina, ansiosa por ser mal comportada, docemente por ti castigada, quando me tomas como tua, punes a minha pele nua, de menina e desenvergonhada.
E ao teu corpo me rendo, sem parte alguma de mim hesitar, mesmo não querendo, toda a ti me oferendo, neste Inverno tão frio, preenches o meu vazio, vestes-me a pele da tua, ansiosa e tão nua, deixas-me o sangue a borbulhar, nesta entrega total ao amar.
Neste momento perfeito, onde me rendo e deleito, dissipam-se nevoeiros, somos amigos, amantes, companheiros, numa viagem infinita, sem destino e recôndita, tentamos alcançar as estrelas, estonteantemente belas, que nos deixam em êxtase e encantam, os nossos corpos se espantam, transbordam de desejo, onde perdem todo o pejo, numa entrega total, de prazer sem igual.
 
Miss Kitty #69Letras

Conto de encantar…

Boa tarde..
Estimo que te encontres de perfeita saúde…
Assim de espírito como de corpo…
Tenho percebido que tens alguma dificuldade em adormecer.
Pensei te contar uma historia
Daquelas que dão sono.
Começava assim…
“”Era uma vez uma menina crescida que estava na sua casa quentinha a ver uma daquelas series que vemos como quem bebe um copo de agua ao jantar
Já é mais o habito que a sede…
Estava ela com o seu calçanito de dormir e uma camisola de alças.
Por sinal, bem confortável e leve. Daquelas que os bicos tesos parecem segurar o leve tecido…
Quando toca a campainha.
Aborrecida com a inoportunidade do chamamento, lá se levantou a esbelta e aborrecida menina (crescida)
E lá foi dançando a sua anca.
Ao chegar a porta, perguntou…
“Quem é?”
Nada… Apenas o escuro respondeu.
Encostou o ouvido a porta…
E pareceu ouvir uma respiração forte e calma.
Familiar aos seus sentidos…
“Porra!!” Exclamou!!
“A sms no tlm que não li !! ”
Encalorada pela ansiedade , lá foi numa pequena corrida espreitar o tlm…
“Abre !! Sou eu!” dizia na sms
“Merda!!” Sussurrou…
“Espera” escreveu em resposta enquanto ia buscar uma pastilha de morango…
Abriu a porta já a sentir as faces rosadas e quentes
“Deve ser da corrida” Pensou…
“Mmm… Olá, vieste a procura de alguma coisa a esta hora?”
“Sim!! De ti”
Disse a visita enquanto a puxava para si e a beijava sôfrego!!
“Que safoda a serie” pensou ela entre o ajudar a tirar a pequena camisola e a vontade de se esfregar contra o seu membro teso!””
Já estas a dormir?? Bom sono…

Read My Mind

Insegurança…

Insegurança, um sentimento que me tira toda a esperança, que a pele acutilantemente perfura, a carne fere sem o querer, enegrece a Alma sem o saber, deixa cicatrizes que não têm cura, rouba-me a réstia de luz nesta noite tão escura. Continuar a lerInsegurança…