Se fomos vistos ou não, não sabia, nem queria saber.

Ambos vestidos sensualmente fomos jantar à Expo. Agarrado à minha cintura, percorremos o caminho da garagem até ao restaurante. Sentamos-nos numa mesa de canto, à media luz, o cheiro afrodisíaco da comida com o incenso, deixava a minha imaginação fértil, vaguear. Começamos a segredar e os nossos olhares maliciosos cruzavam-se. Sabíamos bem que estávamos a…