E agora, quem sou eu?

Já não sei escrever. As palavras ferem o meu silêncio. E é uma luta dentro de mim. As palavras que se embrulham na minha garganta. O silêncio que se mata para ser mais forte. E com isto, quem sou eu? Não me reconheço. Não sei quem sou.

… embora nunca o tivesses pronunciado sou quem esperavas! 

Quero que sejas a nova página onde escreveremos a história que nunca iremos esquecer. No primeiro capitulo contarei sobre o dia em que no poço dos desejos atirei três moedas com três pedidos mas um só desejo: eternidade ao teu lado. Viver o que já não há, dedos entrelaçados lado a lado sentados iluminados pelo…

És luz sem que eu te veja

De todas as luzes do meu dia a dia, és a que mais me intriga. És um verdadeiro quebra-cabeças que desafia a minha perspicácia intelectual.  Farol que tanto me guia como me ofusca. Orientação descoordenada, rotina sem estrutura.  Não quero te ler, quero aprender a língua a descobrir na tua leitura. Tuas cores, chamarizes para…

A fome e a vontade de comer

Texto Erótico| M18 ??? O convite era para almoço… Subi as escadas sorridente e fui recebida com um sorriso largo e um beijo terno. A vista era de cortar a respiração e enquanto o olhar mergulhava no rio e na paisagem percebi que a luz entrava e aquecia toda a casa. Foi o abraço por…

Não tinhas o direito! Não podias…

  Porque é que o fizeste? Fotografia: Via Tumblr Estavas a tentar provar que afinal não sou feita de gelo? E agora que já sabes que por baixo desta capa ainda existe a mulher que um dia tocaste, o que é que tu vais fazer? Se nada é a resposta então já te digo que…

JOGOS SEXUAIS!

Velas espalhadas pelo quarto… Tudo à média luz… Ela em posição de quatro… Sabe o quanto o seduz… Tinha uma lingerie negra vestida… Aguardava dele a louca investida… Ele vendou-lhe os olhos… E à cama a algemou… Vendando também os seus olhos… Ás cegas a explorou… E enquanto tocava e não via… Ia imaginando… Como…

Seria o teu verão se me deixasses…

Seria o teu verão se me deixasses, por mais que te lembrasses que a tua vida é um senão, seria o calor da areia quente em teu dorso, a agua que varre esse coração que não palpita, que nessa forma maldita indisposto, se sobranceira, se põe em bicos de pés, dessa maneira tão vazia, sem…