Deixa-me proteger-te.

Porque te vejo tão frágil? Mulher menina que és de frente para mim, de olhos castanhos profundos e mãos pequenas, Curvas sensuais e pele sensível. Porque és tão forte ?  Deixa-me proteger-te. Deixa-te ser princesa[…]

Continue reading …

Admiro-a, sem uma palavra lhe apontar.

Vocês sabem, quando ela tem um cheiro… Aquele característico, que todos nós sabemos diferenciar. Cheira-nos a vicio. Delicioso vicio, que me conquista sem falar. Admiro-a, sem uma palavra lhe apontar. Ela sabe o que faz[…]

Continue reading …

Tinta… faz magia!

Escrita. Assim sou eu. De vezes demasiadas, Outras desaparecidas. Transpiro tinta. Ela percorre o meu corpo, Dança na minha pele. Tinta… faz magia! Seja ela onde for. Escrevo, No meu corpo, sem medos. No papel[…]

Continue reading …

Conversas fiadas, conselhos dados…

Minha amiga, De peito, De rabo, De pernas, De coração. Tanta noite louca, Tanta bebida desperdiçada no nosso corpo… Meu bem obrigado, por seres parte de mim. Fantasia escondida, Beijinho inocente… quem nunca? Não fujas.[…]

Continue reading …

Como se nada fosse certo meu amante ?

Como se nada fosse certo meu amante ? Ausenta-te por favor… Preciso de mais uma vez poupar a minha alma a mais um sermão interno. A minha mente calça os sapatos e palmilha em direção[…]

Continue reading …

Metade de pecado

Cada durão sonha encontrar a sua metade. A sua metade de pecado, Prazer, De diversão. Podem ser duros, mas isso não chega. E serem fortes será  a melhor opção. Mas como qualquer bom coração, A[…]

Continue reading …

Continuem com a fachada, que eu…

Falsos perfeitos, Imitações baratas de Deus. Um para cada um, ali bem perto para ouvir as vossas preces. São todos imaculados, sem pecados. Se soubessem o quanto perdem… eram a encarnação do demónio. Continuem com[…]

Continue reading …