desamparada…!

Há aqueles dias, em que me sinto desamparada, Há aqueles dias em que quero quero ser menina, Há aqueles dias, em que quero ser despenteada num carinho, Há aqueles dias, em que quero despir as armaduras e ouvi-las cair no chão, Há aqueles dias, em que quero chorar se assim me apetecer, mostrar que sou…