Arquivo de etiquetas: HOTGAY

ErosPorto | “Equipa ministerial” pretende ajudar a “levantar PIB de Portugal”

Eros Porto recebe “Ministro do Sexo”

 

 

▪ Sá Leão, “Ministro do Sexo”, e os seus “secretários de Estado” vão realizar uma visita oficial de quatro dias ao Eros Porto – Salão Erótico do Porto, que tem lugar de 9 a 12 de março, na Exponor.

 

▪ Durante esta visita, o “Ministério do Sexo” pretende ajudar a realizar as fantasias dos portugueses e acabar com as reclamações sexuais de homens e mulheres.  

 

▪ “Ministério do Sexo” é um programa do canal Hot que já foi visto por mais de meio milhão de pessoas, o maior recorde de audiências de sempre de uma série portuguesa, na sua categoria, em serviço de TV pago e Internet.

 

O Eros Porto fez o convite e o “Ministro do Sexo” aceitou estar presente nas comemorações dos 10 anos do maior evento erótico português. O “Ministro” Sá Leão faz-se acompanhar dos seus “secretários” e “secretárias de Estado” e já avançou que durante o evento, a título excecional, vai isentar os visitantes da cobrança do “Imposto Sexual Acrescentado (ISA)”.

 

“Ministério do Sexo” é um programa que estreou no final do ano passado no canal para adultos Hot, da Hotgold, e após sete episódios, somava já, em janeiro, uma audiência de mais de meio milhão de pessoas, o que constitui um recorde para uma série portuguesa, na sua categoria, em serviço de televisão pago e Internet.

 

Durante a emissão, o “Ministro” Sá Leão, acompanhado dos seus “secretários” e “secretárias de Estado”, vai ao encontro dos cidadãos, numa tentativa de aumentar a receita do Estado através de impostos como o “ISA”. Na rua, a equipa ministerial aplica o imposto de 69 euros aos homens que olham para as mulheres bonitas e recruta estagiários para o ministério, procurando diminuir a taxa de desemprego. Desloca-se ainda a casa de casais reais – que se candidatam previamente – para fiscalizar a existência do “Livro de Reclamações Sexuais dos Portugueses (LRSP)”, tornado obrigatório por lei, e as fantasias nele inscritas.

 

Segundo afirma Sá Leão, “nos livros de reclamações encontramos as mais diversas fantasias. As mulheres querem sobretudo ter sexo com o marido e outro homem e queixam-se maioritariamente da falta de sexo oral, razão pela qual aplicamos muitas vezes o imposto aos homens”. Já as fantasias sexuais masculinas “incluem sobretudo ter sexo com duas a três mulheres mas depois não se aguentam”, revela o “Ministro”. Analisadas as reclamações, as fantasias são tornadas reais, seja com ou sem a ajuda especializada dos “secretários” e das “secretárias de Estado”. O programa, que tem já prevista uma segunda temporada, fica completo com uma componente de “talk-show”, onde os casais falam, em estúdio, das suas experiências e de tudo o que envolve o sexo.

 

“Governo português deve incluir Ministério do Sexo”

“A melhor maneira de Portugal sair da crise é o “ISA”, o único imposto que todos os portugueses querem mesmo pagar”, refere o “Ministro” Sá Leão, que defende até a sua aplicação pelo Governo português e a introdução de um ministério dedicado ao tema. “Somos seres sexuais e este é um imposto de serviço público. Por isso, estou certo de que posso ajudar o nosso Governo a instituir um “Ministério do Sexo” e a torná-lo obrigatório pela Constituição”.

 

O “Ministro do Sexo” conta que “ainda não foi contactado por nenhum membro do Governo, Presidência ou Assembleia da República” mas declara-se disponível “para visitar São Bento e Belém e analisar as reclamações sexuais do Primeiro-Ministro, Presidente da República e deputados”.

 

A deslocação do “Ministério do Sexo” ao Eros Porto insere-se “numa estratégia de descentralização da governação”, explica o “Ministro”. “Queremos ouvir mais pessoas e por isso vamos gravar o último episódio desta primeira temporada durante o evento. Estamos abertos a receber todos os que têm reclamações sexuais a fazer e não vamos cobrar ISA”, sublinha Sá Leão, segundo o qual são já vários os casais candidatos a participar nesta emissão especial.

 

“Tenho consciência que há milhares de portugueses que não têm acesso ao nosso programa porque não conseguem pagar, por isso estamos disponíveis e abertos a propostas que levem o nosso projeto a canal aberto. Queremos chegar a todos, ajudar a levantar a moral dos portugueses e a fazer subir o PIB de Portugal”, conclui Sá Leão.

 

 


O Eros Porto 2017

O Eros Porto – Salão Erótico do Porto, que se realiza de 9 a 12 de março, na Exponor, é o maior evento erótico português e um dos maiores da Península Ibérica e Europa. Em destaque estão as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas.

 

Neste certame, que conta com diversas áreas como Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP, Swinger, Extasia, HotGay, BDSM, Aula e Arte, para além de inúmeras atividades dirigidas às mulheres, participam mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.

 

Eros Porto, de 9 a 12 de março, na Exponor SALÃO ERÓTICO DO PORTO CELEBRA 10 ANOS

Eros Porto, de 9 a 12 de março, na Exponor

SALÃO ERÓTICO DO PORTO CELEBRA 10 ANOS

O Eros Porto – Salão Erótico do Porto celebra 10 anos em 2017, com uma edição especial que tem lugar entre 9 e 12 de março, na Exponor.

Porno Educativo, Estúdio de TV em Direto, Zona VIP com espetáculos exclusivos e um projeto de sensibilização na área do cancro da mama são algumas das novidades desta edição.

Mais de 200 mil pessoas visitaram o maior evento erótico português nos últimos nove anos, com destaque para o aumento contínuo do público feminino.

 

O Eros Porto chegou em 2007, cresceu ao longo dos anos, consolidou-se no calendário de grandes eventos a Norte e tornou-se no maior evento erótico português e um dos principais da Península Ibérica e do continente europeu. A X edição realiza-se entre 9 e 12 de março, na Exponor, e tem como porta-voz a conhecida atriz brasileira Dunia Montenegro.

Em destaque vão estar as mais recentes tendências e novidades, nacionais e internacionais, das áreas do erotismo e da sexualidade, não só em termos de práticas sexuais, produtos e serviços, como também de espetáculos e de artistas. A componente educativa tem sido constante e, em 2017, para além das questões da sexualidade e do VIH/SIDA, o certame acolhe um projeto na área do cancro da mama que pretende aumentar a autoestima das mulheres mastectomizadas.

E são precisamente as mulheres que estão na base do sucesso do Salão Erótico que contou com mais de 200 mil pessoas desde a primeira edição. Segundo Juli Simón, diretor do Eros Porto, “de todos os eventos eróticos internacionais, este é o que tem maior participação de mulheres. Isto é um orgulho para a organização porque significa que a oferta apresentada não é apenas atrativa aos homens”. Para a afluência crescente do público feminino contribui o facto “da mulher portuguesa viver com absoluta liberdade e normalidade a sua própria sexualidade”, explica Juli Simón, para quem existe ainda outro fator de êxito, “a variedade da oferta e a presença de todos os géneros sexuais”.

 

Aprender com o porno

O cinema adulto pode ser mais do que entretenimento, pode inclusive ter um papel importante no ensino e esclarecimento das questões da sexualidade. É com base nesta ideia, suportada por um projeto inovador de uma produtora espanhola, que surge nesta edição do Eros Porto uma nova área temática dedicada ao PORNO EDUCATIVO. Aqui combina-se formação sobre todo o tipo de temas relacionados com o sexo, tais como felação, orgasmo e squirting (ejaculação feminina), com demonstrações reais por atores e atrizes.

Também pela primeira vez, o Salão Erótico do Porto vai chegar a casa dos portugueses através do pequeno ecrã. O certame conta com um ESTÚDIO DE TV que vai assegurar transmissões em direto para os canais adultos por cabo da produtora nacional Hotgold. Os conteúdos produzidos em direto e todo o ambiente de um estúdio de TV de um canal para adultos vão estar acessíveis aos visitantes.

Já para os que desejem descontrair num ambiente mais intimista, o X Eros Porto inaugura uma ZONA VIP com um serviço de bar de qualidade. Nesta área é possível conhecer os melhores artistas dos vários palcos e áreas temáticas do evento e até assistir a pequenos shows exclusivos.

 

Sexo para todos

Porque o sexo é para todos, o Salão Erótico do Porto integra ainda outras áreas temáticas. Para os casais liberais ou simplesmente curiosos em explorar novos limites, a ÁREA SWINGER abrange as diferentes modalidades do swing – observação, ser observado e inclusão do outro ou outros no relacionamento sexual – e oferece as atividades hard do salão, como o gangbang, o glory hall ou o bukkake.

O lado mais esotérico da sexualidade, com base nos princípios tântricos, está na EXTASIA. Nesta área revelam-se os métodos, os rituais de iniciação e os ensinamentos espirituais para uma vida sexual plena. Promove-se a oportunidade dos casais explorarem o poder da continência amorosa na transformação do potencial sexual em energia capaz de conduzir a orgasmos múltiplos e ao estado de êxtase.

Com grande afluência não só da comunidade LGBT, como do público em geral pelos seus espetáculos únicos e versáteis, a HOTGAY volta a ter direção do produtor espanhol Carlos Resa e, como porta-voz, Fostter Riviera, o premiado ator gay português. Nesta área, para além dos castings para novos atores, realizam-se bukakkes, trios bissexuais entre dois atores e uma atriz, shows lésbicos, fisting, BDSM e pole dance, com a presença de artistas portugueses e internacionais.

Para os adeptos ou curiosos do Bondage, Dominação, Sadismo e Masoquismo, a ÁREA BDSM é de visita obrigatória. Liderada por Ama Monika, conhecida como uma das melhores dominadoras europeias, esta área é dedicada aos jogos entre dominadoras e dominados com recurso a chicotes, correntes, cabedal, jaulas e até à suspensão pelos órgãos genitais.

O Eros Porto conta ainda com as áreas AULA, onde decorrem conferências, palestras, debates sobre os mais diversos temas relacionados com erotismo e sexualidade, para além da apresentação de livros; e ARTE, com especial ênfase na pintura e na escultura, mas aberta à participação dos artistas de todas as disciplinas que se queiram candidatar. Por todo o espaço estão ainda disponíveis ATIVIDADES PARA AS MULHERES, com destaque para o Concurso Anual de Striptease Masculino, cujo vencedor é escolhido pelo público feminino.

16473135_10154499438148198_8919692079315264088_n

A completar toda esta oferta, e para além da presença de massagistas masculinos e femininos, estão as tatuagens e piercings de Serginho da Wild Buddha Tattoo, conhecido tatuador dos jogadores de futebol e que traz este ano ao evento um novo projeto na área do cancro da mama. Ao longo dos quatro dias, o público pode ainda desafiar os seus próprios limites, através da participação nos vários concursos em palco.

No X Eros Porto – Salão Erótico do Porto participa o maior número de artistas de sempre. São mais de 130 artistas nacionais e internacionais, provenientes de vários países, com destaque para Portugal, Espanha, Itália e Hungria. Todos os protagonistas, entre atrizes, strippers, pole dancers, drag queens e transformistas, podem ser vistos em 14 palcos e áreas privadas em espetáculos contínuos.