Sou estranha

Tenho perfeita consciência da minha estranheza. Mas o facto de eu ser estranha não é para qualquer um apreciar mas sim respeitar. Porque é a minha maneira de ser. Meu carácter pessoal, único e exclusivo. Como o de qualquer outra pessoa. Sou estranha aos olhos dos outros. Mas já convivo comigo própria há tanto tempo…