Arquivo de etiquetas: gostar

Ups! E tu em cima de mim!

A noite caiu… ups! E tu em cima de mim.
Gosto tanto.
Gostar é pouco… tão pouco.
Mão marota, marotinha…
Percorres com esses teus dedos…hmm que pequena maravilha!
Atrevido de mente, audaz de movimentos,
Fico presa nesse olhar de pequeno demónio,
Desespero que acabes com a minha santidade,
Faz a busca da minha insanidade,
Satisfaz as nossas vontades,
Deixa-te de banalidades.
E sem dar por isso… a manhã chegou.
Deixamos na cama os demónios,
Até logo

 

©Krishna 2017 #69Letras

Não sei o que será pior

Não sei o que será pior um amor não correspondido ou a ausência de amor?!

Quando se ama, apesar de não sermos correspondidos, sentimos que estamos vivos porque transbordamos dum sentimento de desejo carnal e possuir a alma da outra pessoa, de beijar, de acariciar, de abraçar, de fazer amor! Quando passamos para palavras e expressamos os sentimentos à pessoa amada, ela diz-nos “Gosto de ti mas apenas como amiga…” É um balde de água fria… Mas sentimos algo… Embora não correspondido… sentimo-nos vivos.

Quando existe a ausência sentimo-nos vazios, questionamos se voltaremos a amar, a sentir desejo, a sentir entusiasmo de receber aquela sms, aquele telefonema, aquele convite… Apenas nos sentimos vazios… Sem alma, sem nada… Apenas o vazio!

Ladybug

Gostava de saber…

Gostava de saber…

Gostava de saber o teu gosto, dessa pele que me mostras a gosto, cada poro percorrer com os meus dedos, cada pedacinho explorar, com desejo e sem medos, revelar todos os teus segredos e o que queres dizer e tentas evitar.

Gostava da tua pele na minha, essa pele suave e lisinha, que me provoca um arrepio, e não é de todo de frio, pois teimo em a provocar, com um toque suave e o olhar.

Gostava de saber o gosto, de um beijo teu tão disposto, dado sem hesitar, entre línguas a dançar, que evitamos a custo, mas que tanto queremos dar e que não é deveras justo, este tanto adiar.

Gostava de saber-te…

 

Miss Kitty #69Letras

Não era suposto.

7ea9395a074ed10392351ffcd4578223

 

É complicado e não era suposto, quer dizer, era suposto mas mesmo assim arrisquei e agora gosto de ti e isso é que não deveria de ser suposto.
É complicado.
É pecado pensar em ti da forma como penso,
É proibido olhar-te como te olho,
É crime te tocar como toco,
É mortal continuar a querer-te…
Era suposto sair ilesa ao teu encanto.
Era suposto.

 

A Vizinha

Sinto-me vazia…

Sinto-me vazia sem ti! Dizias que merecia mais e melhor.. Mais eu não merecia melhor.. 

Nada seria melhor do que tu. 

Mas sim.. Mereço mais! 

Foda-se! Estou aqui rodeada de gente e sinto-me desolada.. 

Está muito barulho e só ouço a tua voz a sussurrar-me ao ouvido a dizer o quanto me adoras..

Adorava que o fizesses agora e me abraçasses para me sentir de coração cheio! 

Gosto tanto de ti e custa-me tanto dizer isto.. Não por achar que não é correspondido, mas por ser um amor impossível. 

Esclarece-me… 

Como é possível algo tão bom e recíproco, ser impossível? 

Como é possível esquecer algo tão forte que entra no meu corpo, percorre o meu coração e todos os meus pontos sensíveis, ao ponto de me dar a volta à cabeça e me fazer alterar o meu estado de espírito?

Tenho medo, sabes?

Medo de nunca mais sentir isto.

Dizem que uma ligação destas, só acontece uma vez na vida. 

Realmente já tive com alguns homens e nunca nenhum me fez sentir o mesmo.. Mas não quero acreditar que isso seja possível..

Tenho tanto para dar.. 

Tanta felicidade para desfrutar e partilhar.. 

Tanto amor, alegria, paixão, amizade, desejo e cumplicidade..

Estarei condenada?

Por vezes, dizem que sou um ser inatingível. Que apesar de ser de fácil trato e as pessoas gostarem de mim de imediato, não é fácil me conquistarem.. Se calhar não é! Mas como o conseguiste?

Não sei se já te tinha dito..

Mas neste momento,

Sinto-me vazia…
Annastasia #69Letras

Sinto falta de algo mais

As vezes sinto falta de algo mais, aquilo que de ti tiro que te das a conhecer, não chega para escrever tudo o que gostaria de escrever. Sei que gosto de ti, como seí que essa tua maneira de ser tão tua, de eu ao tentar entrar em ti e tu não quereres ficar nua, nessa vontade propria de quem se resguarda da dor, não deixa de me provocar saudade e pavor. Hoje acordei com vontade de sentir o teu cheiro que desconheço o teu sabor que nao sinto, o tacto no teu cabelo escrevinhando na tua pele todo o meu apreço e olhar nos teus olhos e viajar sorrindo no teu corar. Hoje acordei cego de todos os meus sentidos com saudades de ti e meios perdidos.

O Inquilino #69Letras

Contigo no pensamento

Amadruguei em ti, neste frio de inverno o teu fogo eterno quando a rua sai, contigo no pensamento deixei este inferno e encontrei no teu sorrir o meu alento. Já bebi um café e a imagem do teu rosto que me acompanha quando lhe senti o gosto veio me uma alegria tamanha que mesmo mal disposto por tamanho madrugar, sigo caminho mãos nos bolsos e a assobiar. Sei que te sentes cansada mas meu corpo é tua morada, casa quente aconchegada, aperto forte e mão segurada num riso de bom dia, beijo de um até logo em despedida demorada que manhã se faz tarde e eu ansioso e sentido nesta espera te aguarde logo ha noite sem alarde que não gostas de ruido.

O Inquilino #69Letras