Arquivo de etiquetas: frieza

Este sou eu…e eu, sou só teu!!!

Existem as pessoas que me conhecem e existem as que pensam que me conhecem. Tu és sem dúvida daquelas poucas que me conhecem.

Quem sou eu?!

Sou alguém muito complexo. Sou alguém que por norma “não gosta de pessoas”.

Aquele que cria empatia fácil com as pessoas mas, que rápido se enche das mesmas.

Aquele que em multidões entra em modo de bloqueio, ficando mais calado e reservado.

Sou aquela pessoa a quem o irmão chamou de “frio e calculista”!!

Aquele que dificilmente derramou uma lágrima na sua vida.

Aquele que nunca sofreu de grandes amores, aquele que nunca foi de pieguices e nunca se deu a grandes lamechices.

A verdade é que nem sempre fui assim. Durão ou pouco piegas sempre fui mas, lembro de uma altura em que sentia que existia um coração aqui dentro e não me sentia um ser por vezes estranho.

O que me tornou assim?!? Não sei.

Não sei, onde no meu percurso de vida, me desviei tanto do que sempre fui.

A verdade é que este sou eu agora mas, desde o momento que te conheci, muita coisa tem mudado em mim. Às vezes dou por mim com essa necessidade de te mimar e demonstrar o quanto gosto de ti, o quanto me sinto perdido no teu olhar, preso no teu beijo e no teu abraço.

Tens trazido ao de cima o melhor de mim, o meu lado doce e meigo, o meu lado romântico e dedicado. És sem dúvida como que um anjo na minha vida, a minha salvadora, a minha alma gémea.

Acredito que um dia voltarei a ser quem já fui, por ti, e que continuarei a demonstrar-te dia após dia o quanto te amo e te quero fazer feliz #Vizinha!!

Cada dia a teu lado, cada momento de mão dada, cada canção contigo partilhada nas nossas viagens de carro me fazem nos aproximar mais e mais, nos fazem viver novos momentos de amor e paixão e me fazem acreditar em todo nosso futuro juntos.

Por muito complexo que eu seja, por toda minha frieza que tenha, por ti quero ser alguém melhor e fazer de ti a mulher mais feliz.

Amo-te..

©Ricardo Vieira, Anónimo 69 Letras 2017

Feed your own ego!

4bd9fd42a763a97cd736abf0f6f7f9a9

 

É assim tão importante para o teu ego saberes que me marcaste mais do que aquilo que te deixo saber? Sentes-te diminuído com a indiferença que te mostro? Se te faz dormir melhor, então não seja por isso, eu digo-te.
Sim fizeste-me estremecer e destrancar a porta à muito fechada. Só tinhas de rodar a maçaneta e chafurdares no meu coração. Guiei os teus passos, mostrei-te o caminho, transpareci o que queria dei-te respostas antes de teres perguntas, partilhámos suor, toquei-te saudosa dos momentos que adivinhava vir mais tarde. Enfim quis me dar sem restrições! Esta foi a importância que tiveste para mim. Tiveste. A dada altura, no passado.
Não viste o que podias ter e agora vês o que não podes ter.
E neste presente mostro-te a importância que já não tens… e não gostas… o teu ego não aceita, para a próxima desperta.

 

A Vizinha

Se me tocares na alma vais mudar de opinião!

11041640_1461447807506094_2817165808245942402_n
Lê-nos no facebook!
Agressiva? Eu? Fria? Eu?
O autor desta pergunta teve a infelicidade de não ter tocado a minha alma.
Agressiva? Eu? Fria? Eu?
Eu que tenho doçura no olhar, esperança no sorriso e as emoções a passear-me na pele? Ultraje!
O que acontece, é que para cada pessoa, existe uma reação.
Toca-me a alma e partilharei este amor que carrego também contigo, passa-me ao lado e conhecerás a frieza das minhas palavras, tão simples.
Tanto virtualmente como fisicamente as almas procuram-se e encontram-se. E o que não compreendes é isto.
Não se trata de conhecer o presente, os sonhos ou o passado de alguém para que criar afinidade… comigo, trata-se pelo encontro da alma.
Ela ou te encontra e reconhece. Ou não. E quando não acontece, não vou contra isso, e tanto não vou, que me achas uma mulher rude, presunçosa, cheia de manias porque não te ligo nenhuma.
O amor que tenho dentro de mim, é para quem me toca.