Arquivo de etiquetas: fantasias

Fantasias a pedido

TEXTO ERÓTICO M|18 󾬥 󾬥 󾬥󾬥 󾬥 󾬥
Retribuição do desafio da #Lilith
A nossa amizade é curiosa, não é só colorida, é um verdadeiro arco-íris.
Passamos meses sem nos vermos, inevitavelmente assim que nos reencontramos acabamos nos lençóis, temos uma química surreal no bom sentido.
Nas tuas próprias palavras seríamos péssimos namorados, gostamos demasiado de controlar, personalidades demasiado rebeldes e independentes, como amantes somos fogo e oxigénio, combinação perfeita. Destemidos, aventureiros e acima de tudo sinceros mutuamente, comprometemos-nos a realizar as fantasias eróticas um do outro e, na verdade temos criado momentos mágicos e inesquecíveis.
 
Espero hoje realizar-te outro desejo.

Continuar a lerFantasias a pedido

Duche Rápido

Conto Erótico | M18

Já estava nu e pronto para ti quando chegaste ao pé de mim, de salto alto e saia. Encostaste-me à parede e desceste em mim reclamando o que era teu, sem sequer me olhares nos olhos. As tuas mãos vagueavam à vontade em mim como já é teu hábito enquanto te deliciavas com tudo o que estava ao teu dispor, e olhas para mim finalmente, por cima dos teus óculos.
Continuar a lerDuche Rápido

Rendas e Amarras

Conto Erótico | M18

Entrar pelo quarto vendada…

Sei bem ao que vim, mas não vendo posso apenas sentir o que tens preparado para mim…

Trago a lingerie que pediste, as ligas, os saltos e o casaco…

O cheiro que reconheço enche-me as narinas e inalo pesadamente em antecipação. A voz de comando ordena que me livre do casaco. Obedeço… De qualquer forma a pele já me arde de excitação. Estou como gostas… Despida para matar, de cabelo apanhado, com alguns caracóis a cair sobre a face… Continuar a lerRendas e Amarras

Doces despertares…

Acordo com o sol a rasgar pelas janelas do quarto… Aí espera… Estou na sala,  e não é de manhã. O sol já vai alto e estou meio no limbo… Sinto a barba roçar o meu pescoço e oiço aquele “Acorda delícia” que me desperta num sorriso terno. Revolvo-me na manta que está depositada no chão que ferveu debaixo dos nossos corpos e abro os olhos que cruzam com o brilho que emanas depois do nós…
Continuar a lerDoces despertares…

O que acontece no Porto, fica no Porto…

V: Saio do aeroporto a alinhar a saia… Esta escala pensada no Porto vai dar para relaxar, depois da viagem sem um pingo de diversão a Londres. Só volto a Lisboa na segunda feira e vou aproveitar para relaxar este fim de semana… Tenho algumas pessoas para visitar, mas é um novo conhecimento que anseio… Mas primeiro, um bom hotel…

R: Desde os tempos de adolescente que o comboio ganhou um fascínio a que me entrego com gosto. As viagens quinzenais para ir ver o meu pai… As amizades de três horas que fiz… Maravilhosas adolescentes que me libertaram as vergonhas… Estava na hora de conhecer o Porto.
A “coisa” não começava bem…
Teria de ficar mais um dia que o previsto  para a compra que vinha fazer. Continuar a lerO que acontece no Porto, fica no Porto…

Tremendo

Pediste que pensasse em algo que me fizesse tremer as pernas e não foi por associação que me surgiste nos pensamentos…

Cru e nu de língua afiada a entorpecer-me os sentidos, o corpo, a alma…

Cada pedaço de pele que tocas torna-se teu, derrete e funde-se na ponta dos teus dedos. Somos carne pura, somos fogo, somos sintonia, somos um corpo só unido numa dança, numa feitiçaria em honra de todos os deuses hedonistas… Continuar a lerTremendo

Sabes o que adoro fazer?…..

[ ] TEXTO EROTICO M|18 ? ? ?? ? ?
Sabes o que eu adoro fazer?
Despir-te, sentar-te no cadeirão e fazer-te a barba.
Passar o creme na tua cara e deixar a navalha deslizar suavemente,
ouvi-la cortar os teus pelos. 
Mas sabes que não me fico por ai, amo fazer também a depilação no teu 
baixo ventre. Excita-me.
Depois de feita sentir a pele suave, fina……
Mas sei que ambos deliramos quando tu me fazes a depilação.
Passas o creme nela como se me estivesses a masturbar,
Depois passas a gilette pelos lábios grandes, fazendo-me estremecer
A forma como colocas os dedos a meio dos lábios e pressionas suavemente 
como se estivesses as massaja-los.
Deixas a água cair como uma cascata e limpa-la com uma esponja.
Passas os teus dedos para verificares se ficou completamente lisa.
Vejo o teu olhar lânguido de desejo, sei que não resistes….
A tua boca e língua recaem sobre ela em movimentos circulares,
sorve cada liquido que ela brota.
Aceleras o ritmo, arrancas-me gemidos.
Seguro-te na cabeça e pressiono para afundares essa língua dentro dela.
Cravo-te as unhas nas costas. 
Grito como um animal faminto. 
Imploro-te que te me possuas. 
Brincas com ele, nos meus lábios,
Contorço o meu corpo para o sentir dentro de mim.
Provocas-me. 
Dou um impulso e sinto-o enterrar-se com a fome que exibia
Viras uma fera ao senti-la a fervilhar à volta dele.
Aumentas o ritmo e a nossa respiração.
Olho-te nos olhos e digo-te: – Quero-te todo! Dá-me tudo!!
Os meus gritos aumentam e o meu corpo contorce-se em espasmos e, o teu desejo explode.
Cais sobre mim, beijas-me e encostas a tua cabeça no meu peito.
Ficamos assim por algum tempo…..
© Lola 2017 #69Letras