um lugar que ninguém vai ocupar.

Sentada no canto deste quarto onde nos devorámos em infinitos momentos, revivo-nos. Memórias tão fortes, que me trazem o cheiro familiar da nossa paixão. Sinto falta de ver o teu desejo crescer, com um simples movimento do meu corpo. Deitada nesta cama, já à muito sem os lençóis que contaminamos de tesão, dezenas foram os…