Podia ser um fado…

É tão triste este meu fado. Toda esta enorme sina. Que canto num grito abafado. De mulher mas tão menina.

Destino…

Ironia do destino, que me guia a vida com traço fino, linha ténue que se desvanece, que em nada me enaltece, e me envolve em névoa sombria, nesta noite chuvosa e fria, onde a vida se torna incerta, cheia de nada e deserta, traço esse que continuo a seguir, esperando que um dia o destino…

A vida passa…

A vida passa, a um passo descompassado, gigante e acelerado, em que o destino é sina, dor que ninguém imagina, ou será talvez o meu fado, e o tempo inimigo e aliado, que me afasta apressado, de um passado tão indesejado. Esse tempo é o meu fado, um fado mal fadado, de quereres, momentos e…

Tenho dias que respiro devagar

Tenho dias que o calendário toma conta da razão, quando olho á volta e envolto no senão do que está á minha volta não faz sentido sentir apenas que somos uma voz na multidão. Tenho dias de cinzenta alma, cheia de coisas vazias, esperanças ocas de odes gentis em que te sentes e prazeres erguias…

O perigo é teres receio do que desconheces

O que é o perigo ? Esse eterno desconhecido que nos impele as cautelas, é o olhar penetrante quando estamos lado a lado, é o mundo aberto que se tenta medir em tabelas, é o corpo deitado de uma mulher em homem acautelado. É a mulher no seu recôndito mais escondido, é a vida que…