Arquivo de etiquetas: explorar

As portas estão abertas só tens de entrar.

12195847_1622676891311375_7463551764273600607_n

Quando avistares esse novo mundo vais ter coragem para o explorar? De o desbravar e meteres-te entre caminhos por ti nunca antes percorridos?

Estás preparado para largar o percurso que até de olhos fechados conheces para em novos contornos te perderes ?
E se eu te disser que te abro as portas do meu mundo? Vais entrar e deixar a sombra para trás?
Vem! Só te deixo entrar se vieres sozinho lamento na minha casa só tenho espaço para ti e quartos e mais quartos em meu corpo cheios de amor para entregar.
Vem! Vem amar e de novo te encontrares noutro lar.
Se te der o meu corpo vais querer escrever na minha pele novas histórias?
As portas estão abertas só tens de entrar.
Vem que eu te ofereço não um mas dois mundos. O mundo onde queimarás no pecado e o mundo da paz que te assolará depois.
Vem descobrir como é fácil…

?A Vizinha #69Letras

Que se desengane quem acha que só a lua tem várias faces, que o ser humano tem um só polo, uma só verdade e vontade.

b46c8e941210f5ed39c1f15f9c4f12d2.jpg

Fotografia: Via Pinterest

Que se desengane quem acha que só a lua tem várias faces, que o ser humano tem um só polo, uma só verdade e vontade.
Nós somos muitos, somos tantos condensados num só corpo.
Que se desengane o companheiro que acha que debaixo da esposa e mãe dedicada não existe uma mulher atrevida e aventureira tal como aquela colega de trabalho que tanto admira 《explora e incentiva a tua mulher》ou que aquele homem sempre tão seguro e tão certo não passa por momentos que o deixem tão triste e sem palavras.
Que se desengane quem acha que aquela mulher que explora a sua sensualidade e sexualidade não cora com timidez ou que aquele homem que explora a sua liberdade e delira com a libertinagem não sente com a alma.
Que se desengane quem pensa que aquela mulher sempre tão sensível e fragil não é também uma felina.
Presumimos que quem é de um jeito não pode ser de outro e como consequência ficamos surpresos com seus comportamentos.
Que se desengane quem acha que não somos como a lua: claros e ocultos, reveladores e misteriosos.

 

A Vizinha

Tenho um mundo dentro de mim, queres?

SAMSUNG CSC

Quando avistares esse novo mundo vais ter coragem para o explorar? De o desbravar e meteres-te entre caminhos por ti nunca antes percorridos?
Estás preparado para largar o percurso que até de olhos fechados conheces para em novos contornos conheceres?
E se eu te disser que te abro as portas do meu mundo? Vais entrar e deixar a sombra para trás?
Vem! Só te deixo entrar se vieres sozinho lamentona minha casa só tenho espaço para ti e quartos e mais quartos em meu corpo cheios de amor para entregar.
Vem! Vem amar e de novo te encontrares noutro lar.
Se te der o meu corpo vais querer escrever na minha pele novas histórias?
As portas estão abertas só tens de entrar.
Vem que eu te ofereço nao um mas dois mundos. O mundo onde queimarás no pecado e o mundo da paz que te assolará depois.
Vem descobrir como é fácil…

Mesmo longe, consomes-me…

40f25adb1c36977baf46dbc4ab7c3f72

Consomes-me.
Tu estás tão longe, que se tentasse ir à tua procura morreria de insucesso.
Mesmo longe, consomes-me.
A minha mente só se interessa por ti, pelas memórias que vivemos e pelas memórias que ainda vamos escrever. A minha cabeça descarta qualquer informação que não tenha a ver contigo, e mesmo esta distância, me faz estar contigo, 24 horas por dia.
Consomes-me.
Quando o desejo vem é a ti que o meu corpo chama.
Sem dar por isso, acorrentaste com uma qualquer matéria invisível as minhas mãos e partiste.
Quero aliviar este desejo mas sou incapaz, sou rejeitada pelo meu próprio corpo, corpo este que só por ti se interessa.
Consomes-me a mente, o corpo e a alma.
Pobre da minha alma, que vagueia por terras nunca exploradas, atravessa oceanos e agora anda perdida por águas frias à tua procura.
Nem a alma me quer. Até ela consumiste ao ponto de me abandonar em busca de ti.
Tens razão. Como é que eu não me tinha apercebido?
Tu estas em mim. Sim, eu pertenço-te.

Não tenho pressa de chegar ao fim.

Aqui, te confesso que seduziste a minha pele e deste um novo despertar ao meu corpo.

 

Sim, ele aclama pelo teu corpo, despido, no meu.
Aquela noite que subtilmente lançávamos ao vento o desejo de acontecer, teve, finalmente direito ao primeiro episódio.
Sei que tu, estejas onde estiveres, estejas a fazer o que quer que seja, estás a inventar os episódios que se seguem assim como eu… Mas sabes? Não tenho pressa de chegar ao fim.
Duas almas como as nossas necessitam de degustar o s3xo em toda a sua dimensão.
Vou descortinar, contrariar, confundir e dominar os teus cinco sentidos.
Iniciámos esta viagem que só irá terminar quando os nossos corpos se incendiarem pela fricção da nossa química enquanto saciamos o desejo carnal da mente e da alma.

 

 

Até lá… Exploramos….

Para já … Quero ver-te de novo.

 

Cátia Teixeira, Vizinha 69Letras® 2013