Arquivo de etiquetas: excitação

Molha-me a mente, refresca-me os sentidos…

M18

Seca-me com prazer, sentir sede.
Molha-me a mente, refresca-me os sentidos.
Não escondas, excita-te. Mais que muito…
Só de estar aqui, entregue a ti.
Que dependência tenho do teu beijo.
Do teu calor em cima de mim.
Faz-me suar
Gemer e gritar.
Faz-me transpirar.
Sim…por favor…
Solto palavras com esta língua que o teu corpo percorreu.
Inunda o meu corpo.
Faz-me babar por onde falta…

Krishna    69Letras

Nunca soubeste desta minha luta.

1e4915b54ff770746da7e1f868d4c9cb

Nunca soubeste desta minha luta.

Depois de te desculpares de mil e uma formas diferentes e insistires para nos dar uma segunda oportunidade, cedi e aceitei ‘perdoar-te’.
Perdoar-te…
Para ti foi como se nada tivesse acontecido, mas para mim, mais do que te aceitar de volta, foi uma luta diária, uma luta constante, uma luta que nunca soubeste o quanto dói e destrói.
Nunca soubeste desta minha luta, dos meses que demorei a ultrapassar para te voltar a sentir e desejar e apagar ou suavizar a lembrança da outra mulher com quem eu te partilhava sem saber.
Nunca vais saber desta minha luta entre lençóis!
Das luzes desligadas para não veres as lágrimas a cair, da insegurança em deixar-te ver o meu corpo.
Nunca vais saber que desde o momento em que entravas em mim o que mais queria era que te despachasses.. nunca vais saber que o teu toque fazia a minha pele doer, que os teus beijos me sabiam a falso e que enquanto me beijavas de um jeito que parecia apaixonado o meu peito gritava de mágoa.
Nunca vais saber que não te desejava, que te sentia dentro de mim como se fosse feita de gelo, apenas sentia os movimentos, mas o desejo sentimento tesão ou excitação apagou-se em mim…
Nunca vais saber desta minha luta em te perdoar e do quanto me esforcei para ultrapassar e nunca consegui.

© ?Cátia Teixeira, Vizinha 69 Letras 2017

Serei ninfo?

Texto Erótico|M18
Dentro do carro vamos em direção daquele Motel que tanto falas. O mar ficou para trás e o desejo aumentou. Adorava que me possuísses aqui mesmo dentro do carro mas tu preferes as quatro paredes. Chegamos. As minhas cuecas estão molhadas. Não aguento mais… Entramos no quarto, a porta fecha e eu já te agarrei. Meu desejo é enorme e até tu te assustas. A roupa cai no chão e tu deslizas para dentro de mim. Ahhh isto é tão bom. Mexo as minhas ancas por baixo de ti e tu entendendo a minha dica, começas a penetrar-me mais fundo e mais rápido. Tu já te vieste mas eu ainda não. “Não pares! Estou quase a vir.” A minha mão desliza para o meu clitóris e começa a ajudar a festa. “SIIIM” Sou envolvida num orgasmo intenso… Ah que isto é tão bom. Exausto deslizas para fora e vais para o duche. Eu sigo-te e começo a esfregar em ti. Sim meu querido, ainda não estou satisfeita. Um duche demorado com muitos beijos e apalpões a mistura. Sinto-me bem contigo mas continuo a não estar satisfeita. Quero-te aqui e agora! Tu sais do duche e secas o corpo, e eu pego na minha toalha e faço o mesmo. Deitas-te na cama. Humm é agora. Salto para cima de ti e começo a roçar a minhas partes íntimas nas tuas. O desejo aumenta, assim como o teu pénis gostoso. Subindo um pouco coloco-o dentro de mim e deixo-o entrar todo. Ah sim… É mesmo disto que preciso. Com movimentos lentos começo a mexer-me em cima de ti, enquanto tuas mãos já deslizaram para os meus seios. Coloco as minhas mãos por cima das tuas e aperto. É assim que gosto – a bruta! Eu começo a mexer com mais rapidez e atinjo um orgasmo intenso. Depois de recuperar o fôlego, desço de cima de ti e ponho-me de gatas. Cabeça na cama e rabo empinado para ti. “Fode-me!” O efeito é imediato. O teu pénis endurece e tu colocas-te por trás de mim, e sinto-te deslizar para dentro de mim enquanto desço a minha mão para o clitóris. Os nossos movimentos estão sintonizados. Uma mão na curva das minhas costas e outra no cabelo. “SIM” atinjo o orgasmo. Tu continuas a penetrar-me com força e acabo por atingir outro. “Ahhhhh, foda-se que isto é tão bom!” Sinto um dedo deslizar para dentro do meu rabo. Humm, adoro. “Vem-te dentro dele.” Tu esboças um sorriso enorme e colocas o teu magnífico pénis com cuidado dentro de mim. Com movimentos lentos começas a penetrar-me. A minha mão começa a mexer com a mesma intensidade. Os movimentos intensificam e aumentam a velocidade. “SIIIIIIIIM!” Atingimos os dois o êxtase ao mesmo tempo. Tu deixas-te cair para cima de mim, e ao fim de algum tempo sais de cima de mim, deitas-te, tapas-te e adormeces. Mas eu quero mais! Não podes dormir.
Serei ninfo ou simplesmente estou cheia de desejos por já não ter tido uma noite de prazer a muito tempo?

 

Um dia destes instalo-me em ti.

image

Um dia destes faço as malas para as desfazer numa vida ao teu lado.
Um dia destes toco-te à campainha com os braços cansados carregados de bagagem, entrego-te e proclamas-me rainha do nosso lar.
Um dia destes escondes-me as roupas e despida de medo vestes-me de ti.
Jamais acordarei sozinha num tormento de saudades, abrirei os olhos e enrolar-me-ei no teu corpo.
Um dia destes satisfarás o teu desejo, em ter-me sempre à mão, nua, dorida de paixão, sorridente de excitação, meiga menina e louca de paixão.
Um dia destes,
Instalo-me em ti,
E tu em mim.

 

A Vizinha

Não somos ejaculadores precoces

image

Não somos ejaculadores precoces, somos amantes dedicados gostamos de fazer amor por tempo indeterminado. Amar à pressa com prazo de acabar não é para nós. Brincamos com as sensações e prolongamos o prazer num pára e recomeça, acelera e trava sem tempo de acabar. Acabar. Nunca chegamos a acabar estamos sempre a renovar os gemidos e o suor. Pedimos sempre mais, mais um beijo mais um amasso mais um bocado que se transforma em horas  úmidas em cima do chão que já escorrega da condensação que sai dos nossos corpos. Quanto mais ofegantes, quanto mais desgastados, quanto mais doridos, mais a vontade cresce e estamos horas na brincadeira em plena comunhão com o nosso prazer. Sou eu tua és tu meu e nada mais existe ao nosso redor. Se as paredes falassem falariam de amor, se o sofá se excitasse vir-se-ia pelo cenário que apresentamos, luxuria desenfreada e ternura nos segundos em que o nosso olhar se encontra, nesses pedaços de tempo, os meus peitos arfam nos contra oa teus e escorro ainda mais ao sentir o teu respirar, louco e desejoso para retomar… e lá vamos nós, mais um bocado, e com tantos bocados, passa-se uma tarde e mais uma noite. Somos assim doidos pelo prazer um do outro, ouvir-te gemer e ser maestra dos teus. Expludo quanto te vejo contorcer debaixo de mim, queres agarrar, não deixo, és meu e minha vontade. São meus os teus orgasmos, és tu dono dos meus.

A Vizinha

Ponto fraco

355df89bcc8f0819b40e48439012a8b5

 

Foi a tua boca que tomou conta do meu ponto fraco e acredita que é por isso que tolero e aceito este teu vai e vem e entra e sai da minha vida, podes continuar a ir e a vir, entrar e sair que o meu coração não quer nem saber mas é o meu ponto que pede por ti. Entre as pernas choro saudades por isso é um alivio quando voltas apesar de pensares que te aceito porque me cantas a canção do bandido quando nem oiço metade das tuas palavras. És um bom orador para dares à língua entre as minhas pernas, mas não para os meus ouvidos.
Desconcertas-me quando te ajoelhas no chão e não é para rezar mas para me deliciares com a tua língua entre as minhas coxas.
O meu vicio são os teus beijos sugestivos nos meus lábios que me fazem antever a excitação de te ver cair de boca no meu sexo. E é por isso que te deixo brincar ao vai vem, não porque gosto de ti, mas porque adoro o teu talento oral!

 

A Vizinha

Permite-te viver a mulher que te excita e te rejuvenesce.

d507147950a6c60f572113a922a59a89

 

Tu que me queres e desejas, tu que acordas a meio da noite suado por sonhares com a fúria dos nossos corpos e que ficas excitado só de falar comigo, tu que teimas em vão empurrar-me da tua mente e que só sentes o sangue a ferver comigo, estás à espera do quê para me enfrentares?
Admite que és prisioneiro da mulher que se esconde atrás deste rosto de menina, admite o quão feliz és quando volto, e quão saudoso ficas quando me evaporo?
Enfrenta-me!
Obriga-me a ficar como castigo por te conquistar, esfrega a tua pele na minha pele e atreve-te a conhecer tudo o que ainda não exploraste!
Permite-te viver a mulher que te excita e te rejuvenesce.

 

A Vizinha

Fotografia: Via Pinterest