A culpa é tua. Não tinhas nada de trazer esse vestido transparente

Texto Erótico|M18 “- Adoro as tuas transparências… – Eu sempre fui transparente. Não gosto de iludir as pessoas. – E nunca o fizeste mas hoje estás mais transparente que nunca. – Gostas deste vestido? – Adoro! Quando estavas a caminho da casa de banho o Engº Antunes parou no corredor e ficou de olhar lascivo…