TOQUE!

O meu corpo não esquece… Quando tu lhe tocas… E aquele arrepio… Que em mim provocas… Tu és… O arrepio na espinha… Quando a tua pele nua… Toca na minha… E todas as noites… Quando eu me deito… Sinto o teu rosto… Encostado ao meu peito… Vagueias no meu pensamento… Invades-me a Alma… E abraças-me…