Sem olhar a quem!

Sei que poucos de vós me conhecem a cara, ou mesmo o espirito, mas posso-vos dizer que sou eterna criança. Sinto-me todos os dias como se fosse uma gaiata que descobre tudo pela primeira vez. Sou leve, levinha a quem me olha e pesada quem me quer mal. Vibro com cores, formas e feitios. Estudo…

Por uma noite.

Texto escrito para a minha paixão platonica. Jared Leto. Fotografia: Jared Leto Se te tivesse por uma noite, nem tu nem eu abriríamos a porta ao João Pestana! Ai não! Passaríamos a noite acordados, numa king size de um hotel qualquer, rodeados de almofadas de todos os tamanhos e cores, lençóis desfeitos, janelas abertas e uma…