Arquivo de etiquetas: escritores 69 letras

A cabana | Por: Inquilino 69 Letras

Os pés limpos no tapete de entrada,

cheiro a madeira de sândalo exalada,

como se tivesse sido sempre uma quente morada,

ao fundo uma lareira que crepitava ao som de lenha queimada.

Duas velas encimadas num castiçal dourado,

sonho imaginado, casacos despidos, lá fora um frio gelado,

numa cama, um edredão de penas, abraço consumado,

pele de animal em cobertor aconchegado.

Na mesa, morangos, papaia, manga e chantilly,

repasto de sabor doce, beijo agora e aqui,

com um dedo descai o soutien, quadro de Dali,

pintado com a boca, numa vontade louca de sabor a ti.

Uma grafonola antiga, talvez muitos sonhos de ser ainda rapariga,

dois corpos que se amam devagar, numa jarra, corpo de espiga,

teatro de sombra chinês, ás duas por três, no telhado que nos abriga,

confundem-se posições, gestos, uniões, nada que se diga.

Para quê falar ? Se dois corpos suados do cheiro de se amar em cama deitados,

voam para além do lugar, já não estão lá, mas no olhar fechado de um no outro,

entranha-se na pele, no pensamento delegado, raiz de cerejeira, mesa de cabeceira,

papoila, sossego em meu peito deitado, mão no ombro, descanso consolado.

Abalada de mão dada, um olhar para trás, porta de madeira fechada,

passos calmos na neve que se formou durante a madrugada,

sorrisos cúmplices de dois braços dados à desfolhada,

amor consumado, infinito prazer, face afagada, meu agradecimento, meu obrigada.

Sonho de cabana no bosque, amor, vida, sabor a mente apaziguada.

 

O Inquilino #69Letras