Arquivo de etiquetas: esconder

Vou te adorar – sempre!

Hoje acordei e percebi que te perdi. Pedi-te para não te afastares de mim… Mas mesmo assim conseguiste faze-lo. E por mais incrível que pareça, agradeço-te por isso. Fizeste-o de uma maneira tão suave e escondida, que nem dei por ela. Não senti dor, nem fiquei triste.

Obrigada por te ter conhecido. Obrigada por me teres proporcionado tantas alegrias e sorrisos. E obrigada por te teres afastado. Vou te adorar – sempre!

Peregrinus #69Letras

Sorrisos

O meu melhor sorriso é o que esconde a minha maior tristeza.

Peregrinus #69Letras

Shiuuuuuuu, não digas nada.

 

Lancei-lhe um olá, foi tudo o que consegui dizer, mas tenho a certeza que o meu olhar lhe contou o quanto ainda a quero.
Como é que ela faz? Os anos passam, mas ela continua com aquele olhar inocente, e mesmo sabendo que não é, continua a deixar-me louco.

Como é que é possível?
Veste-se de inocência, sorri e cora com timidez, foge com o olhar quando se sente invadida, brinca com os cabelos quando a mente vagueia em sonhos e quando as roupas desaparecem da pele, veste-se de Afrodite, sorri de satisfação quando sobe para o teu colo, cora de desejo, devora-te não só com o corpo mas também com o olhar, segura nos cabelos e entrega-tos para que a tomes.
Menina que se esconde entre roupas, mulher que se revela quando se despe.
Já faz algum tempo que não te via, e durante todo este tempo é a ti que sempre quis e quero.

Eu sei que mexo contigo, e desta vez não vais fugir com desculpas, se abrires a boca é para te calar com beijos, e garanto-te, desta vez vais pegar fogo,

cede,
cai nos meus braços,
deixa-me desvendar a tua respiração,
decorar o teu cheiro,
deixa-te aquecer no meu abraço,
Shiuuuuuuu, não digas nada.

Sente, sente como os nossos corpos quando se unem giram como um furacão.

Nunca me senti assim, apenas tu, menina mulher fizeste o meu coração agitar, descompassar, podes tu agora, ceder ao invés de fugir e dares oportunidade ao amor?

 

© ?Cátia Teixeira, Vizinha 69 Letras 2015

Odeio fingir que te odeio quando dizer que te amo é pouco

 

8ece52e77f4ee62d00393fb6dd58b6b3

Odeio amar-te em vez de te odiar porque o que eu queria era odiar-te ao invés de te amar, mas se odiar-te é a verdade para ti é a minha mentira, então tu vais acreditar no que vou dizer:
Primeiro odeio como me puxas para ti para nem o ar nos separar,
Segundo odeio ser a tua prioridade quando podes escolher ou ter outra pessoa,
Terceiro odeio-te por dizeres palavras que me calam a voz,
Quarto odeio esse teu sorriso que me desarma e o jeito como me olhas, já é a quinta razão.
Sexto odeio como assumes controlo sobre mim e eu deixo,
Sétimo odeio-te por lutares por mim e oitavo por até sangrares se necessário para me salvar.
Odeio tudo em ti o que faz a nona, décima, milesima razão para te odiar.
Odeio fingir que te odeio quando dizer que te amo é pouco, mas mesmo assim insistes e persistes… quem me dera um dia deixar de fingir e proclamar o quanto te amo,
Mas escolho
Fingir
Silenciar
Calar.

 

A VIzinha

O que interessa é o que sou perante o teu olhar…!

b17d73a34eb4e068a3527b8e3d35d954.jpg

 

Não sou perfeita nem portadora de um beleza de trancar palavras e provocar suores frios nos homens que me olham, mas não é isso que está aqui em questão. Não importa aqui, o que dizem os outros olhos sobre o que vêm.
Aqui o que interessa é o que sou perante o teu olhar, tudo o que me fazes ser e sentir.
Sinto-me perfeita quando o teu toque admira a minha pele e debaixo do teu olhar nem Freya te conseguiria despertar tanto desejo como eu o faço.
Sou imperfeita quando me observo, por vezes desvio o olhar para não me ver, mas na tua presença todas as minhas imperfeições se escondem se anulam, e na dança do meu corpo em cima do teu, a tua fome e calor dizem-me que sou perfeita!
E apenas o que tu me dizes e me fazes sentir me interessa!

Nunca entenderás, e a verdade só te irá destruir.

2ed174183d3403d5bf44eab8ba04e745

 

Invades-me o olhar em busca de palavras que confirmem o que tu já sabes.
Tu sabes.
Eu sei que tu sabes.
Mas não te mostro que sei que tu sabes.
E todos os dias partilhamos magoas e segredos, mas não tocamos no assunto.
No teu olhar, vejo o teu brilho diminuir conforme os dias passam, mas não te vou dar respostas, pois não te vou libertar, mas também não vou largar, pois isto, faz o meu sangue bombear e regenerar.
Nunca entenderás, e a verdade só te irá destruir.
Este veneno agarrou-se à minha pele e não quero parar de o beber.
Sim, o meu olhar não te esconde que te sou infiel, mas a ausência da resposta, prendem-te à esperança de voltares a ter a menina que conheceste quando a vida sabia a algodão doce, e assim, escolhes ficar ao meu lado…na esperança da mudança, agarrado a um passado que teimas em não largar.

 

Fotografia: Via Pinterest

Represento.

Ilustração: Adara Sanchez Anguia

d2e59bb7c7a918f346b8cdb6d56fa7f6

Como eu consigo?
Não consigo.
Visto cores alegres para esconder a alma, e uso falsos sorrisos sinceros para ajudar nesta farsa.
Ao fim de várias repetições vai-se tornando mais fácil fingir que não tenho saudades tuas, e que não choro a tua partida.
Como eu consigo?
Não consigo.

Represento.