Rendas e Amarras

Conto Erótico | M18 Entrar pelo quarto vendada… Sei bem ao que vim, mas não vendo posso apenas sentir o que tens preparado para mim… Trago a lingerie que pediste, as ligas, os saltos e o casaco… O cheiro que reconheço enche-me as narinas e inalo pesadamente em antecipação. A voz de comando ordena que…

Tremendo

Pediste que pensasse em algo que me fizesse tremer as pernas e não foi por associação que me surgiste nos pensamentos… Cru e nu de língua afiada a entorpecer-me os sentidos, o corpo, a alma… Cada pedaço de pele que tocas torna-se teu, derrete e funde-se na ponta dos teus dedos. Somos carne pura, somos…

Entregue

E finalmente ela decidiu entregar-se aos seus desejos mais íntimos. Ele já a esperava ansiosamente como quem espera pela primeira refeição após um longo jejum. Ela senta-se na beira da cama, como quem espera por instruções. Ambos sabiam que hoje não haveria troca de mimos ou juras de amor. O respirar fundo anuncia a concentração…

Entrega total…

Despertas o meu lado traquina, de mulher mas tão menina, ansiosa por ser mal comportada, docemente por ti castigada, quando me tomas como tua, punes a minha pele nua, de menina e desenvergonhada. E ao teu corpo me rendo, sem parte alguma de mim hesitar, mesmo não querendo, toda a ti me oferendo, neste Inverno…

Shiuuuuuuu, não digas nada.

  Lancei-lhe um olá, foi tudo o que consegui dizer, mas tenho a certeza que o meu olhar lhe contou o quanto ainda a quero. Como é que ela faz? Os anos passam, mas ela continua com aquele olhar inocente, e mesmo sabendo que não é, continua a deixar-me louco. Como é que é possível?…