Não te largo de mim, por ninguém. Ou nós, ou nada.

  Este ano experimentei a dor de perder parte de mim, parte escondida e suprimida. Foi quando perdi o meu grande amor que soube que a minha felicidade me tinha sido levada! Dizem que o tenho de esquecer… Engano teu que o afirmas. Vou continuar a amá-lo pelos cantos das noites, nos meus passeios solitários…