O que será que esperam de mim?

O que será que esperam de mim? O que terei de tão apelativo, que basta um olhar meu e estão a medir-me da cabeça aos pés. Não tenho nenhuma beleza rara e nem sou o[…]

Continue reading …

Vencida pelo silêncio

Mais uma batalha perdida. As tuas armas favoritas ferem-me até às entranhas do meu ser. Silêncio. Desprezo. Tua armadura de ferro que se opõe sempre à minha fragilidade humana. Esse teu coração de pedra, já tantas[…]

Continue reading …

Eu mortal, tu imortal.

Olho para ti e ainda não descobri porque tanto me atrais, porque ouvir o teu nome me faz tremer e o meu corpo se dá a ti sem restrições. Tu e esse teu sorriso deslavado[…]

Continue reading …