Arquivo de etiquetas: desilusão

Foste uma desilusão

No meu quarto perco-me no horizonte,
a relembrar todos os momentos
Queima,
Arde,
Corrói
Cada imagem que passa
como se fosse um filme de amor,
Entristece-me,
As lágrimas correm espontâneamente
pela minha face
Tudo o que tinha guardado com alegria,
Agora é um baú velho com memórias tristes,

Continuar a lerFoste uma desilusão

Não me julgues

Vês-me como uma pedante e autoritária,
Julgas-me pelas roupas requintadas e ousadas,
pela vida mundana que levo,
Será que valerá a pena cobiçares ou criticares?
Estou cansada, farta de ser julgada pelas aparências,
Só quero voltar a ser quem era,
Sem subterfúgios
Farta de fazer boa figura à frente de outros,
de alguém que não sou
Quero voltar a ser humana,
Quero chorar, em vez de mostrar um sorriso amarelo
Quero gritar e dizer DOÍ, doí ser magoada
Dar sem retribuição,
Quero ser abraçada em vez de ser sempre eu abraçar 
Quero sentir-me precisa, em vez de precisarem sempre de mim,
Quero tirar este peso do coração e partilha-lo com alguém que saiba o que preciso.
Não quero ninguém que ande lado a lado comigo só por cobiça
Quero que caminhem pelo que eu sou.
Não sou mais nem menos que ninguém,
Sou como sou, 
Vivo a minha vida e não a dos outros.
®Lola 2017 #69Letras

Redimição

Trazes uma rosa, para quê?
Sabes que gosto de rosas e julgas que ao vires assim de mansinho,
poderás ter o meu perdão.

Não será esse gesto que te irá redimir do mal que me fazes.
Essa rosa deveria transformar-se em atenção, carinho, dedicação.

Se eu te dou tudo de mim, porque não posso receber tudo de ti.

Não conheces o lema “Recebe o que dás”.

Pois eu só te darei, aquilo que me deste este tempo todo.
Indiferença, distância.

©Lola 2017 #69Letras

Fazendo de conta, conta?

Vou-me ocupando de coisas … é bom que desligue…
Era bom que assim fosse!
Não há nada que te tire do pensamento…
Não há nada que apague a tua voz , o teu rir da minha memória.
Nada que me faça esquecer esse teu jeito simplório que em tudo te assenta tão bem!
Nenhum dos desejos perde as vontades, nenhuma das minhas vontades te perde a fome …
Vou-me ocupando de coisas , para distrair a minha mente gulosa dos teus sabores,
da sensação do calor da tua pele na minha , da avidez da tua língua , dos teus dedos e mãos que imaginava sedentos de mim…
Vou-me ocupando de coisas pra não sentir a falta, para que em cada bocadinho que te posso sonhar te sinta com o sentir intenso da saudade …
E que de tão intenso me faça sentir-te real!
Vou, pouco a pouco, fingindo que te faço a vontade …
Fingindo que admito ser ilusão…
Fingindo que esqueço, fingindo que nao te vejo nem te sinto, fazendo de conta que
nem te lembro, nem te leio , nem te quero, nem te Amo!

©*My Sighs* 2017 #69Letras

Na penumbra…

 

De que vale deixar o meu sol brilhar
Se não sou apreciada por isso.
De que vale deixar os meus raios tocarem
Em quem eu acho que merece
Para ser tapada por uma névoa negra, que teme o meu brilho e tenta sobrepor se.
De que vale tentar de novo, se o mesmo
Obstaculo mantem-se à frente, impede-me
Que volte a brilhar, que volte a dar alegria.
Deixo-me ficar na penumbra,
no limite do horizonte,
No meu canto, diminuo o meu brilho
Ou até mesmo deixá-lo extinguir.
Observo, a escuridão destruir o que dantes
Era belo,
O poder que ela exerce, brilha mais que os raios solares,
Ultrapassa tudo e todos.
Glorifica-se por atingir o que um mero brilho
Não consegue.
Despreza o brilho afirmando que é um grão insignificante, que é algo que esquecem
Mas ela escuridão é majestosa, respeitada.
©Lola 2017 #69Letras

Sorrir

Questionaram-me porque não sorrio mais.
Tem alturas que respondo que não tenho motivos para sorrir,
outras porque nem todos merecem o meu sorriso sincero.
O meu sorriso é como o meu olhar,
transparente, transmite tudo o que sinto,
não sei disfarçar.
Para quê estar sempre a sorrir, para depois
a vida ou alguém, faz desvanecer toda a alegria e torná-la
amarela, seca.
Sim, a tristeza tem cor, assim como a alegria.
Adorava poder estar sempre a sorrir para o mundo,
mas não consigo.
O mundo é cruel comigo, porque tenho de estar sempre a sorrir?
Não merece a minha alegria.
Não merece o que tenho para dar.
©Lola 2017 #69Letras

Entrelinhas …

Todos nós passamos por um momento na nossas vidas que paramos em frente ao espelho e perguntamos: “E agora?”
Não nos convém sofrer várias vezes pelo mesmo motivo e nem alimentar sentimentos que só existem na nossa mente.
É preciso aterrar , quando as coisas parecem querer fugir do nosso controle …
Tomar decisões nunca será fácil, mas se nos prendermos a meias verdades por medo de tentar , é estar disposto a abrir mão da nossa real felicidade.
Sempre fui um pouco virada para as psicologias , as entrelinhas sempre me chamaram a atenção, sempre me cativaram e sempre me fascinou decifra-las!
Quem me conhece sabe !
Cada movimento e atitude tem seu devido significado.

Cada mente tem seus pensamentos psicóticos.

Cada olhar tem palavras não ditas.
E eu tenho uma monstruosa vontade de entender a vida, na minha mente…
Há gente que nos marca a vida pra sempre, eu até eu gosto disso.
Gosto de sentir o coração bater mais rápido a cada lembrança,
Desde que eu entenda o sentimento e o porquê do vazio que bate depois !
Aliás, se eu entender, deixa de ter sentido o vazio , haverá apenas a boa lembrança.
Então … volto a passar em frente ao espelho e a pergunta mantém-se 
-E agora ??!
Foi sem querer, sem intenção, sem pensar, muito menos sem imaginar… que …..
Agora olha , é uma pena que os antibióticos não curem burrices …

                     ©*MySighs*#69Letras 2017