Foste uma desilusão

No meu quarto perco-me no horizonte, a relembrar todos os momentos Queima, Arde, Corrói Cada imagem que passa como se fosse um filme de amor, Entristece-me, As lágrimas correm espontâneamente pela minha face Tudo o[…]

Continue reading …

Não me julgues

Vês-me como uma pedante e autoritária, Julgas-me pelas roupas requintadas e ousadas, pela vida mundana que levo, Será que valerá a pena cobiçares ou criticares? Estou cansada, farta de ser julgada pelas aparências, Só quero[…]

Continue reading …

Redimição

Trazes uma rosa, para quê? Sabes que gosto de rosas e julgas que ao vires assim de mansinho, poderás ter o meu perdão. Não será esse gesto que te irá redimir do mal que me[…]

Continue reading …

Fazendo de conta, conta?

Vou-me ocupando de coisas … é bom que desligue… Era bom que assim fosse! Não há nada que te tire do pensamento… Não há nada que apague a tua voz , o teu rir da[…]

Continue reading …

Na penumbra…

  De que vale deixar o meu sol brilhar Se não sou apreciada por isso. De que vale deixar os meus raios tocarem Em quem eu acho que merece Para ser tapada por uma névoa[…]

Continue reading …

Sorrir

Questionaram-me porque não sorrio mais. Tem alturas que respondo que não tenho motivos para sorrir, outras porque nem todos merecem o meu sorriso sincero. O meu sorriso é como o meu olhar, transparente, transmite tudo[…]

Continue reading …

Entrelinhas …

Todos nós passamos por um momento na nossas vidas que paramos em frente ao espelho e perguntamos: “E agora?” Não nos convém sofrer várias vezes pelo mesmo motivo e nem alimentar sentimentos que só existem[…]

Continue reading …