Odeio despedidas | Um texto do Anónimo!

Simplesmente odeio e não sei lidar bem com elas. Prefiro um “até já” ou “até breve”. O teu novo trabalho levou-te temporariamente para longe de mim, para as tuas origens e o vazio voltou. Aquela[…]

Continue reading …

… embora nunca o tivesses pronunciado sou quem esperavas! 

Quero que sejas a nova página onde escreveremos a história que nunca iremos esquecer. No primeiro capitulo contarei sobre o dia em que no poço dos desejos atirei três moedas com três pedidos mas um[…]

Continue reading …

Eu Simplesmente Amo-te |Pablo Neruda |

Eu amo-te sem saber como, ou quando, ou a partir de onde. Eu simplesmente amo-te, sem problemas ou orgulho: eu amo-te desta maneira porque não conheço qualquer outra forma de amar sem ser esta, onde[…]

Continue reading …