Arquivo de etiquetas: D.N.A.

O que sinto é meu!

Os seres humanos são demasiado frágeis e delicados. Ora sentem demasiado ora incapacitam-se de sentir.

Eu cá sou de emoções! Daqueles de arrepiar todos os poros do meu ser!

 

Viciei-me naquela adrenalina que corre desgovernado por mim adentro e sem pedir licença ignoro os sentimentos.

Aquele pulsar! Mantém-me viva mesmo depois de ter já ter caído do precipício! Naquela fração de segundos em que o meu peito pára de respirar, esmagado por um turbilhão de emoções à disputa, sem contudo perder a batida descompassada do meu coração.

Emoções que gritam no meu interior para se libertarem nas vontades errantes do meu corpo!

Não serei humana? Ou serei humana demais? Será errado sentir tudo à flor da pele? Vulgar? Cliché?

Eu digo que é o meu D.N.A. !

 

©Miss Steel 69Letras 2017

Uma questão de D.N.A.

– És mesmo teimosa!
– Arrogante!
– Dasss que torta!
– E não penses que és tu que me vais endireitar!
E assim passa depressa o encanto.
A princesa passa a bruxa e o principe volta a ser sapo.
De repente aquela pessoa à nossa frente deixa de ter qualidades e ficamos cegos com os pequenos defeitos. De pequenos passam a gigantes em questao de segundos.
E esquecemo-nos do importante.
Mas que raio tem aquele imbecil de tão especial para mexer comigo?!?
Sei que não sou santa mas nunca me preguei como tal.
Sou torta porque adoro estar na horizontal!
Sou bruxa má mas nunca jurei o céu a ninguem.
Se sou fria é porque não me aqueces o suficiente!
Portanto deixemo-nos de tretas! Se discutir nos leva à cama, mais vale usufruir da minha teimosia! E se sou torta, já o era antes porque não aceitas agora o que sou. Quem sabe se não foi isso que te apaixonou?
O meu D.N.A., prazer sou a Miss Steel.

©Miss Steel 69letras 2017