Arquivo de etiquetas: crus

Estamos ligados.

27375fd38e92d23b78490a4259563f8a

Quando me perguntam qual a nossa ligação nunca sei o que responder, chego a corar e a gaguejar por não ter resposta ou conseguir explicar.
A nossa ligação!
Gosto de ti porque sim, sem ‘q’s’ nem ‘porquês’, por tudo e por nada, por nada ser tudo, pelo que és e por tudo o que não és.
É-me impossível definir ou catalogar a nossa relação.
Respeito-te sou-te fiel como uma filha o é a um pai, no entanto já nos comemos, mas não foi no acto que nos unimos. Não é coisa de corpo mas de mente.
És o amigo (muito mais que amigo mas menos que amante) onde encontro respostas nos momentos em que me sinto estranha inadaptada porque em ti encontro a extensão da minha mente que ainda a estou a descobrir.
A nossa ligação nasceu não sei onde e foi fortalecendo porque somos dois corpos nus e crus, onde mostramos o nosso pior lado e nos gostamos por termos esse mesmo lado, sem luz.
Loucos
Doentes
Ou dementes
Não interessa.
Estamos ligados. Não se toca, explica.
Apenas se sente.

A Vizinha

King and Queen

dc9def44bbb067c06df254cee8d6c379

No meu mundo, eu e tu somos rei e rainha e tudo o resto a nossa vontade.
Aqui, os súbitos beijam-nos os pés, idolatram-nos, curvam-se à nossa passagem, matam-se para ganhar o nosso afecto, e mascaram-se para nos agradar.
Sentados lado a lado, cheiramos a pequenez destas pessoas e troçamos delas.
A nossa lealdade foi forjada numa corrente de aço com a bênção dos céus e da terra, tornando-a inquebrável.
Presos pela alma e livres no corpo é assim que reinamos.
Alma fiel.
Corpo vadio.
O nosso castelo tem paredes cinza e pretas cuspidas com o sangue dos pobres bajuladores que caiem nos nossos lençóis.
Aqui no nosso reino, somos predadores crus e insaciáveis e perdidamente apaixonados um pelo outro.
Aqui amamos-nos sem roupas e adereços, e o escuro das nossas almas é a luz desta paixao.
No meu mundo, tu és o meu rei.
No meu mundo, sou a tua rainha.
E tudo resto, é o que nós quisermos!

A Vizinha