Fome! Sem vergonha mas sim orgulho!

Lembro-me bem. Ainda sinto no estômago quando se fala nisso na televisão. Passei fome!   Tenho perfeita consciência do peso destas palavras nada elegantes mas que tanto marcam e modelam consciências. Nunca o escondi mas[…]

Continue reading …

Minha casa cheira a gargalhadas

Sei que parece difícil de acreditar mas cheira mesmo. Infelizmente também só reparei nisso à pouco tempo, eu própria.  Num daqueles dias em que nada nos corre bem e passamos o tempo todo a tropeçar[…]

Continue reading …

Utopia…

E se a vida fosse um sonho, o que desejo, a utopia, o mundo seria perfeito, ninguém poria defeito, mas este meu sonhar, é difícil de realizar, nem com paço de magia, neste mundo desfeito,[…]

Continue reading …

Vou te deixar…

Vou te deixar, não sei se por breves instantes, porque o tempo quando se deixa é tão mas tão relativo, que a vida que pensamos deter em mãos igualmente semelhantes, bombeia numa velocidade tal que[…]

Continue reading …