Conto – Parte 3

Texto Erótico|M18 O vestido cai e ele fica deslumbrado com o que avista… Um corpo sensual, fartos seios envolvidos no sutiã e na cueca rendada. Aquela roupa interior vermelha torna a menina inocente numa mulher segura e muito sensual. As poucas tatuagens que cobrem aquele corpo tornam tudo ainda mais fascinante. Ele está deslumbrado e…

Viagem na degustação dos sentidos.

Cada momento contigo é uma viagem na degustação dos #sentidos. Sentir é a nossa #ilha. Tudo é calmo, demasiado doce e suave, um mundo manso onde a brisa é leve e o mar de uma pacificidade inigualável quando estou ao teu lado. Nos teus olhos à o aconchego de um abraço quente. Porto seguro. O…

Seremos um em vez de dois

  Quero entrar no teu mundo bem devagarinho, sentir cada centímetro de ti com ousadia, ver por dentro a beleza que me cativou por fora. És menina dócil, e com toque de malvadez prendes-me num simples ato de reflexão onde imagino as tuas coxas aquecem as minhas pernas. Quero ter-te amanhã, pois hoje já te…

Audição OFF. Criatividade ON.

Fotografia: Via Pinterest Audição OFF. Criatividade ON. Vou-te contar um segredo. Houve momentos que não ouvi metade do que disseste, não porque não tenha interesse em te escutar mas porque o filme mental que realizei interferiu totalmente na audição. O teu interesse em mim como argumentista, pode até não ser nenhum, mas olha faz o…

Não quero luz. Quero escuridão.

Fotografia: Via Pinterest Pára de me inventar e materializa-te JÁ à minha frente. Vem e derrete o meu sangue com os teus lábios quentes. Envolve o teu olhar no meu e encontra a paz na minha presença, assim como eu. Dá-me a mão e leva-me contigo. (Não quero saber para onde, apenas leva-me), e mima-me…

Presente de Natal

  (Ao telefone) Ela: Estás em casa? Ele: Sim Ela: Convida-me para subir Ele: Vem Ele abre-me a porta com aquele olhar de quem acabou de despertar de um belo sonho, deteto um leve sorriso naquele rosto sempre tão sério. Como é que ele consegue andar de tronco nu com este frio da Escócia? Tatuagem…

Sem perguntas, sobes também…

Segues-me em silêncio intrigado pela minha escolha. Alcanço as escadas de serviço deixando o elevador para trás… os meus saltos ecoam pelo prédio em passos apressados enquanto as subo. Sem perguntas, sobes também… Enquanto sobes as escadas revelo-te as minhas intenções através de pistas largadas pelo chão. Primeiro encontraste o cachecol no corrimão que já…