Amo-te como se ama a primavera

O mundo flui quando me escreves. Desenvolta a paixão que do meu coração brota, como se de uma amalgama de destroços, os reconstruisses fazendo a mais bela essência que me nutre o viver. Tu és[…]

Continue reading …

É caso para pedir: Um quarto por favor!

Corpos que se desejam na inocência de um café. Tardes quentes. Um café cheio de sombras e um canto lá ao fundo a aguardar por nós. Sentados frente a frente a partilhar vidas, a minha[…]

Continue reading …

Não te largo de mim, por ninguém. Ou nós, ou nada.

  Este ano experimentei a dor de perder parte de mim, parte escondida e suprimida. Foi quando perdi o meu grande amor que soube que a minha felicidade me tinha sido levada! Dizem que o[…]

Continue reading …