Admiro-a, sem uma palavra lhe apontar.

Vocês sabem, quando ela tem um cheiro… Aquele característico, que todos nós sabemos diferenciar. Cheira-nos a vicio. Delicioso vicio, que me conquista sem falar. Admiro-a, sem uma palavra lhe apontar. Ela sabe o que faz mesmo calada. Continua ela com aquele cheiro… Conduz a minha mente à tentação dos seus lábios. Como ela faz isto?…

“Se brilhas ficam cegos, se falas têm raiva e se sorris desejam que não dure”

http://natalequandoamulherquiser.pt/os-teus-pequenos-prazeres-dependem-de-ti/ Faz um like e vive momentos Carolans!  PASSATEMPO CAROLANS Num mundo onde nem tudo depende de nós, encontrei apenas uma de duas soluções. Ou ficava zangada com a vida e tornava-me em mais uma das milhentas pessoas que julgam tudo e todos e que passam o tempo na fofoquice e a descredibilizar as escolhas dos…

beijos que encerram os copos vazios.

Aqui estamos nós embrulhados no tapete do chão da sala iluminados pela tarde cinzenta que corre lá fora. Gosto tanto das nossas tardes sem roupa, perdidos no nosso vinho preferido entre beijos frutados e desejos escondidos revelados propositadamente com a desculpa de ser o vinho a falar… A cada copo vazio enchemo-lo de novas fantasias…