Arquivo de etiquetas: consciencia

Eco

Sim, sou o eco da tua consciência,
Sim sou o eco da tua realidade,
Acorda, não desperdices os teus momentos com mesquinhices
Ergue-te e luta,

Luta pelo teu amor que se escapa pelos teus dedos,
Luta por aquela amizade que deixaste estragar por um boato
Luta pelos teus sonhos,

Sim, sou o teu eco
Não te resignes a memórias, cria novos momentos,
Não te tornes em algo que mais tarde te arrependerás

Sonha, sê feliz, vive a tua realidade
Mas nunca deixes de concretizar os teu desejos
Estende as mãos a um futuro que podes abraçar.

©Lola #69Letras

Sou a tua (In) Consciência

Sou a tua (In) Consciência
Sou a tua sede e a fonte onde te sacias,
Sou a tua fome e a tua fartura,
Sou a tua alma e a falta dela,
Sou o teu amor e o teu ódio,
Sou a tua Luxúria e Frigidez,
Sou o teu desejo e o repúdio,
Sou o teu prazer e o teu sofrimento,
Sou o teu mel e o teu vinagre,
sou tudo o que queres é não precisas,
Sou tudo o que precisas mas não queres,
Sou o teu equilíbrio e falta dele,
O teu sorriso resplandecente e o teu choro descontrolado,
Sou o teu saber e ignorância, a tua bondade e a tua maldade,
Sou o teu carinho e agrura, Sou o teu bem e o teu mal,
Sou a tua tempestade e bonança, agitação e calmaria,
Sou tudo o que lembras quando queres esquecer, e tudo o que esqueces quando devias lembrar,
De mim só tens verdade, porque em mim só tens um espelho,
às vezes limpo e pueril ou dependendo da distância com que me olhas
e a proximidade da tua respiração condensa a névoa que te tolda a realidade,
afinal é nas estrelas que se vislumbra a pureza da mente,
mas é aqui entre os comuns mortais que a consciência se torna pura,
ou não, o segredo, está no caminho…
© Bastardo 2017 #69Letras

É isto que queres para ti?

Estas noites passam
E seriamente a minha cabeça tonta pergunta-me:
“É isto que queres para ti?”
Sem resposta, suspiro e sem dar por isso faço o meu rabo de cavalo em cima do teu quadril.
Essa visão, esses olhos castanhos mornos, peito solene… essa visão não consigo apagar.
Não sei se és tu quem eu quero, mas de certo que és tu quem eu mais desejo.
Dentro, bem fundo de mim.
A minha mente dispersou.
Fiquei só eu e tu e a tua mente
O que vai dentro dessa cabeça desenhada? 
Nada deve ir.
Encaixa essas tuas mãos na minha anca. 
Por agora são tuas só tuas.
Até a minha consciência voltar,
Somos só nós os dois…
© Krishna 2017 #69Letras