Sem papas na língua sobrevivemos mais um dia nesta selva!

Tanta justificação neste mundo de anjinhos. Quase que me sinto perdida no meio de tanto santo. Vivo numa mundo de aparências, críticas cínicas e falsas profecias de politicas perdidas. Sinto-me, por vezes diferente de todos, vá pelo menos de alguns. Junto-me aos meus irmãos, rebeldes. Sem papas na língua sobrevivemos mais um dia nesta selva!…