Moro em ti…

É no teu corpo cansado que procuro conforto, amaro em ti como se fosses o meu porto, busco a réstia de Luz que de ti emana, essa força que brota que é quase inumana, que sem querer de ti exorto, numa busca incessante do querer viver, de em ti pernoitar e querer amanhecer. Nos despojos…

Acabou, cansei-me. Estou farto!

Acabou! De hoje em diante, não quero saber mais de ti. De hoje em diante, és passado sem volta. Hoje sou eu quem não mais te quer de volta. Destruí tudo o que tinha teu, tudo o que me levava a ti. Acabou, cansei-me. Estou farto! Todos temos os nossos limites, e eu cheguei aos…

Chega de enlouquecer!

Guardei o meu amor por ti. Num canto só teu, na parte que só a ti pertence e pertencerá, onde ninguém, por mais importante que se torne na minha vida, pode mexer. Aprendi que há coisas que nos marcam e acompanham para sempre, embora não da forma como pretendemos e conformei-me com a tua ausência….

Segredos de um Tejo silencioso.

  Finalizei o dia exausto, e aguardei a tua chegada. Levaste-me então nesse teu carro, pensado eu que íamos jantar um belo repasto, paraste junto ao tejo, vi no teu olhar o desejo brilhar e num ápice saltaste para o meu colo, e retiras a minha gravata ferozmente atando-me na porta, a camisa foi-me arrancada…

Um dia destes instalo-me em ti.

Um dia destes faço as malas para as desfazer numa vida ao teu lado. Um dia destes toco-te à campainha com os braços cansados carregados de bagagem, entrego-te e proclamas-me rainha do nosso lar. Um dia destes escondes-me as roupas e despida de medo vestes-me de ti. Jamais acordarei sozinha num tormento de saudades, abrirei os…

A vingança serve-se fria.

<Não sei> Foi sempre a tua resposta todas as vezes que tentei entender o teu comportamento em relação ao amor que sempre te dei. Quanto mais a ti me dava mais me repelias e afastavas. Tentei saber se a causa das tuas múltiplas traições eram resultante de algo que não te dava, tentei descobrir porque…

Fui finalmente paz.

Fotorafia: Via Pinterest Sobre aquela noite, apenas um titulo me vem à cabeça: ” eu e tu fomos água!”. Na dança do nosso desejo deixamos de ser dois corpos para nos transformarmos na água que libertou a vontade à muito contida. Fomos a água benta sob o olhar atento daquela igreja que lavou nossas peles…