Arquivo de etiquetas: cabrão

…sei que estava a cometer um erro, mas era bom demais.

1917576_1644438789135185_3450647220144314681_n

 

A terminar de dar as aulas aos seniores, a preparar tudo para o merecido descanso.
Um bom banho, um bom vinho, uma refeição quente e o descanso dos deuses, era o que mais queria.
De costas para a porta, não senti que tinham entrado.
Sinto umas mãos fortes abraçarem me a cintura.
Virarem-me, agarrou-me na nuca, puxando um pouco os meus cabelos e beijou-me sofregamente e com paixão.
Não tive reacção, mas aquele beijo quente e forçado, fez-me ceder. Deixei a minha boca entreabrir-se.
Quase a perder o fôlego, senti-o afrouxar o beijo, abri os olhos e reparei que era um dos meus alunos.
Tentei escapar das garras dele, mas ele puxou.me mais para ele.
Disse-me que não resistia mais, tinha-me de sentir, de me possuir. Retorqui e disse-lhe que era impossível, questões de ética.
Tentei de novo desembaraçar-me de seus braços, mas ele entalou-me entre seu corpo atlético, torneado e o quadro.
Subiu-me o vestido, senti as suas mãos a percorrerem cada parte da minha intimidade. A minha respiração acelerava e não conseguia libertar-me.
Queria fugir, mas o diabo que ele estava a despertar em mim, queria ficar. Tentei resistir, mordendo o meu lábio para regressar à realidade, mas esse gesto foi como se o incentivasse ainda mais.
Pressionou-me mais contra o quadro, enquanto me beijava senti toda a virilidade dele em mim. Arfei…Afrouxou o beijo e começou a acariciar-me por todo o meu corpo, sempre dentro de mim.
Até me ouvir soltar gemidos de prazer, até ver o meu olhar vidrado de gozo e o meu sorriso de puta satisfeita.
Os meus poros cederam em todos os aspectos.
Disse-lhe que não poderia acontecer de novo. Acenou a cabeça com o sorriso de cabrão.
No dia seguinte, durante toda a aula sentia o olhar dele a percorrer todo o meu corpo e sentia-me a queimar. Sentia-me nua. Terminei a aula.
Ele parecia que não tinha ouvido o que lhe disse na noite anterior, pois voltou a carga e desta vez não lhe resisti.
Queria-o sentir de novo, sei que estava a cometer um erro, mas era bom demais.

Aquela sala de aula………

LOLA #69Letras

Não , não digas quais são , já os provei .

934059_1639698712942526_3779338020505832555_n

 

Não , não digas quais são , já os provei .
São amargos , sabem a fel , deixam me mal , incapaz de me entender .
És um Cabrão , com todas as letras , sim és um Cabrão que me dá a volta à cabeça e me faz mal como o caraças .
Juro a toda a hora , não te voltar a provar , mas a minha resistência é nula e basta uma palavra para eu te procurar .
Odeio te com toda a minha vontade , mas é com toda a mesma que te quero , maldito sejas por me deixares assim .
À Segunda feira não te quero , nem de ti ouvir falar , para logo na Terça feira por ti já estar a ressacar , à Quarta feira encho me de coragem e mando te vadiar , à Quinta feira imploro para te Amar .
À Sexta feira e ao Sábado fico a desenjoar , prometendo que no Domingo nem sequer te vou provar .
E termino a semana novamente em tudo a errar .
És um Cabrão e aos teus efeitos secundários já me estou a adaptar .

Raven