Arquivo de etiquetas: brilho nos olhos

Tempos de Verão e vaidades

 

Pensar no Verão é pensar em corpos vestidos de muita pele…
Tempos em que se distingue bem a beleza e a vaidade.
Gosto da beleza que sobressai por si mesma…
Gosto de mulheres que me fazem delirar com o que não mostram…
Gosto de corpos que com os jeitos prometem certezas…
Gosto das faces que aquecem como o sol…
Gosto que me provoquem com o que não se vê…
Gosto do que se esconde sem conseguir a um olhar mais atento…

©Read Mymind 2017 #69Letras

Amar-te, foi a única coisa que fiz bem na vida.

Querida C.
C., como sinto a tua falta.
Não se passa um dia em que não sinta a tua profunda falta.
Sem ti para me pegares a mão, para me olhares com esses teus olhos que dão vida.
Esses olhos… Podias salvar o mundo com esses olhos.
Podias impedir o mal de avançar, se o olhasses nos olhos.
Só queria que me olhasses mais uma vez… Nunca me senti mais vivo do que quando olhavas para mim.


Prescindiria de tudo… Por um olhar teu.


Sou um homem ferido, C.
Tenho uma dor enorme no coração.
Olha pra mim. Todos me olham, excepto tu.
Estas pessoas que tenho aqui na minha vida, esperam algo de mim, aguardam um milagre. Querem qualquer coisa ou estão apenas de passagem.
Há pessoas em toda a parte, mas nenhuma delas me diz nada.
Não vão distrair-me de pensar em ti.
Nem pensar! Porque eu aposto em ti.
Só gostava de saber onde estás agora.
Onde estás e o que fazes.
Só gostava de saber isso.


Há sempre o amanhã, mas uma coisa eu te digo, estou a perder a esperança no amanhã.

Dói-me. Dia após dia.


As lindas recordações de te ver a vir em direcção a mim.
São agora só um lembrete doloroso e constante.
Não há ninguém como tu.
Ninguém te chega aos calcanhares.
Lembras-te como me sussurravas sobre o futuro mesmo antes de adormecermos?
Sempre gostei… Eras vidente, lias os meus pensamentos por telepatia, eras a minha única e exclusiva rainha.
Querida C., cometi tantos erros e agora olho em volta e foi-se tudo.
Sou um tolo…
A única coisa que quero fazer é amar-te.
Só de dizer isto até se me acelera o coração.
Talvez amanhã chegue a casa e te encontre à minha espera com um sorriso na cara e brilho nos olhos e fico bem.
Talvez também andes à minha procura, ainda que não o admitas.
Sou um tolo com sonhos estúpidos.
Deste-me uma oportunidade e eu desperdicei-a.


Se eu pudesse voltar atrás, mudava tantas coisas.


Todas as noites me deito e acordo a desejar que as coisas fossem como eram…
Sem ti comigo… É escusado.
Só sinto frustração, desilusão.
Preciso de ti, C.
Preciso de ti.
Neste momento, preciso de ti mais do que qualquer coisa.
Procurei a felicidade.
Sem ti, a felicidade não existe.


Sabes…
Amar-te, foi a única coisa que fiz bem na vida.


Ninguém se compara a ti.
Agora e sempre.

SilentSoul #69Letras