Arquivo de etiquetas: boca

Beija-me além do que se vê.

image

Beija-me.
Beija-me os lábios, mas não te esqueças do cérebro.
Beija-me: o olhar, a boca, os cabelos, as mãos, o ventre, o interior das coxas, os pés, as faces, o sorriso, o pescoço, as feridas, o ouvido.
Beija o que vês, mas lembra-te de beijar o que os teus olhos não alcançam…
Beija-me
a pele
mas também a alma.

Pudesses ser tu a toalha que me toca

365936cdef6885079a76e5c0a0ecab58

Clica no link e acompanha-nos no facebook!

Pudesse esta toalha com que me sirvo para enxugar a pele ser as tuas mãos a percorre-la agora cheirosa pronta para que a voltes a manchar.
Pudesse esta toalha macia ter a firmeza do teu toque a massajar este corpo fazendo evaporar com o fogo que emanas estas gotas que por mim escorrem.
Pudesse o teu nariz inspirar cada poro da minha pele perfumada com a loção de mel que tanto te deixa de água na boca.
Pudesses estar aqui a secar a minha pele e este desejo que tenho entre as coxas.

Despe-me. Despe-te

e028a8817edafa568efcef8103dfab8c

Vem depressa.
Carrega-me nos teus braços e deita-me na nossa cama.
Despe-me. Despe-te.
Tal como as nuvens quando tapam o sol, cobre a minha pele clara com o teu corpo vindo da noite.
Cobre-me com a tua cor e absorve o calor da minha pele, deixa-me cuspir este fogo que apenas a ti pertence.
Liberta as tuas mãos predadoras na minha pele e marca-a com o desejo que te provoco.
Descontrola-te e envolve este corpo com a tua loucura e torna-o o teu cálice de cristal.
Eleva-me aos teus lábios, prova-me e vê como te cresce água na boca.
Segura o meu rosto com as tuas grandes mãos e leva o meu olhar ao teu. Com os teus olhos nos meus, viola-me a alma e toma-a para ti.
Aprisiona-a.
Eternamente.
Ergue-me com as tuas maos gentis e leva os meus joelhos ao chão apenas com o comando do teu olhar.
Vem depressa.

Entende meu amor, é impossível suportar ser tua por inteira e ter-te aos bocejos.

image

De todos os sentimentos o que mais gostei de sentir foi aquele que me provocaste.
Tu chegaste mais longe que qual outro, aliás anulaste todas as memórias que tinha, e marcaste-me com as nossas.
Tu dominaste o meu corpo, a minha mente e a minha alma só te restou ficar para seres ‘o tal’.
Eu poderia suportar a tua ausência e a tua vida sombria cheia de perigos caso a minha respiração não dependesse de ti, ou o meu corpo não precisasse da tua presença para sobreviver.
Entende meu amor, é impossível suportar ser tua por inteira e ter-te aos bocejos.
O que despertaste em mim, trouxe-me vida desde o momento que me fizeste tua.
Amor sádico, tão intenso, tão animal, tão puro, tão bom!
Gosto de discutir contigo e sentir o sangue fermentar entre a pele, gosto da tesão com que ficas sempre que sou insolente, gosto quando me possuis e declamas que sou tua, gosto quando me fodes com vontade de rasgar a minha pele de modo a diminuir o espaço entre as nossas almas.
Vou ter saudades da beleza do meu nome na tua boca.
Vou ter saudades do teu olhar que me despiu tantas vezes e me fez cair a teus pés.

?A vizinha #69Letras

É caso para pedir: Um quarto por favor!

image

Corpos que se desejam na inocência de um café.
Tardes quentes.
Um café cheio de sombras e um canto lá ao fundo a aguardar por nós.
Sentados frente a frente a partilhar vidas, a minha vida assumiu a rebeldia do desejo.
No cantinho daquele café e na inocência do diálogo, a minha mente agitava-se comandada pela vontade de ti.
O meu corpo sossegado naquele café, ganhou vida dentro da minha cabeça, lá, livre-me das roupas sem pudor, despi-te e descobri a textura da tua pele.
Suei com o simples movimento dos teus lábios.
A tua boca.
Chamou-me!
Provocou-me!
Exigiu-me!
Na minha mente subi para cima da mesa e atirei-me para o teu beijo, na realidade, troquei de lugar e sentei-me ao teu lado, e sussurrei os meus desejos e histórias no teu ouvido.
Embeveceste-me com o teu perfume junto com o calor que emites. Que pânico. Eu engoli em seco, eu respirei pausadamente, tudo para assumir o controlo deste desejo por ti.
O teu rosto marcado pelo desejo é a tentação que me vai levar ao purgatório.
É caso para pedir:
Um quarto por favor!!

Art Fabiano Perez

?A vizinha #69Letras