Até breve…

Purpura princesa que a olhos vagueia, entre lobos acantonados nas cercanias, acorda de teu pesadelo que o corpo te medeia, não existem medos, nem urzes queimadas em serras vadias. Purpura princesa, de caminhos trilhados, vontades despertas em acampamentos de corpos lavrados, por essa vontade incerta de mexer em amor deitados, no suor agreste da mente…

O encantamento enobreceu

Fotografia: Via Pinterest Lindo foi o dia em que dois desconhecidos cruzaram o olhar pela primeira vez. O olhar fixou e assim nasceu aquela que foi a primeira vez que sorriram um para o outro. O sorriso a florescer, a timidez a rosar na face, e as primeiras trocas de palavras. Apalparam terreno, deram passinhos…