Rosa choque lembras-te?

M18|ContoErótico Liguei-lhe. Mais uma vez não consegui cumprir o que prometi. Afastar-me da sua voz selvagem, tanto que desperta em mim… Com um simples “estou” perdi-me de tal forma que dei por mim a imaginar aqueles seus lábios. Ela sabia bem como me atender o telefone, a suavidade e tom da sua voz fazia-me tremer….

Encho o copo de vinho enquanto encho a banheira!

Dias exaustivos… Esgotada a minha cabeça está! Chego a casa e antes de encher o copo de vinho, encho a banheira. Enquanto a água corre sinto-me cada vez mais ansiosa… só de ouvir o som da água..! Saco a rolha deste belo vinho… aquela garrafa guardada desde sempre para estas ocasiões em que anseio a…

Sou Put@, e que? (Parte 1)

Estou num daqueles dias mesmo caóticos. Tudo me corre mal desde que acordei. Acabei de chegar a casa e tenho de me despachar, pois tenho uma saída marcada com umas amigas. Tiro a roupa e entro para o duche. Abro a agua e: “Ahhh!” Merda não tenho agua quente. Mas que mal fiz eu para…

Contra a parede

Texto erótico | M18 Ela arrancou-lhe os botões da camisa, sofregamente… Ele puxou-lhe a saia como toda a força, na ânsia de não perder mais tempo e como se o mundo fosse acabar naquele momento, pegou nela ao colo e levou-a para a banheira. Precisavam arrefecer… Ou não! Sedentos de paixão, perderam noção de tudo…

Relaxa meu amor… Ainda faltam as unhas das mãos…

-Como estás meu amor? -Estou com saudades tuas… Fazes-me falta… -Fazes-me falta ao acordar! Ver o teu sorriso ainda meio sonolento! Ouvir o teu “Bom dia Amor” e sentir o teu beijo suave! -Oh! Como eu desejo isso para todos os dias da minha vida. Tu, eu e a nossa cama… Olha, hoje sonhei contigo……

E a vontade de te ter dentro de mim começou a invandir-me..

– Hoje acordei com a chuva a bater na janela. Aquele som maravilhoso, fez-me esboçar um sorriso e vontade de me aconchegar em ti! Rapidamente o desejo apoderou-se de mim e fui tomar banho! Ao sentir a água quente a cair sobre o meu corpo, fechei os olhos e imaginei as tuas mãos a percorrê-lo….

Voltei a sentir-te com a alma.

Imagem: Fabian Perez Ainda estávamos na café quando te sussurrei o meu desejo para mais logo, tomar um duche às escuras contigo. Não me perguntaste porquê apesar do teu olhar incrédulo apenas limitaste-te a sorrir e a consentir o meu pedido. Foi no hall de entrada, com as luzes apagadas que nos despimos sem presas. Segurei…