Arquivo de etiquetas: bandido

Minha tentação


És uma tentação que  um demónio poderia provocar !

Chegaste, chegaste de mansinho, mas com um olhar matreiro, um olhar penetrante, um olhar místico de desejo ou de fazer-se desejado!
Chegaste, foste chegando, tentando persuadir os meus sentidos, esse olhar despia me…
Sentia…que um simples olhar me despia, nunca algo tinha acontecido em mim!
Olhar que perturba…
que ofende,
que me desnudou, no meio de multidões,
olhar de menino bandido,
olhar de pecado, possuindo-me…
olhar de demónio que um dia foi anjo…
Foste chegando, mão entre mão e sem tocar, tocaste-me, cada ponto erógeno do meu Ser.
Chegaste, foste chegando com as tuas palavras,
chegando, com a tua escrita e com tua alma escrevias,
com garra me ferias e
o pecado me transmitias,
com a escrita, me
enfeitiçaste, me embriagaste…
esse feitiço de demónio hilariante deixando água na minha boca, senti-me possuída com a tua escrita e a curiosidade foi mais alto,
o desejo, o querer mais,
querer e desejar,
sentir-te em mim…
como na escrita.
Ao lê-la me despia e sentia-me possuída pelo autor.
Desejei vezes sem conta ser a personagem das tuas histórias ou dos teus sonhos…
ou da possível realidade que tantas vezes, me intrigou.
Desejei ser a tua memória e a tua insónia.
Chegaste e entraste de vez, estava extasiada de prazer e desejo, queria reviver esses textos com o autor e torná-los reais, queria ser a personagem, Real.
Chegaste tão perto,
tão dentro da alma como magia.
Só podes ser… um demónio da tentação!…e fantasia.
Pois só eles têm esse poder de provocar tamanha vontade de te sonhar,
tamanho desejo incessante de te amar.
Demónio da escrita! …transformaste-me em desejos de estares em mim e fazer-me perder os sentidos, perder a razão de tudo o que nada tem razão para existir, se não nos tivéssemos chegado, chegado de mansinho, um no outro, corpos fundidos, um corpo só…
Chegados, um num só,
foi o encaixe perfeito, saboreado a dois,
pelo poder da escrita,
o poder do olhar,
o poder do desejo,
o poder da tentação,
o poder do imaginário, vindo de um grande autor que transmite sede, sede de posse e que deseja ser saciado.
E…eu fui, fui devagar,
fui devassando,
fui sem pensar,
fui voando,
fui-me levando, saciei a tua sede e a minha sede de ti também, fui o teu desejo,
fui a causa da tua tesão,
fui a causa do caos,
fui tesão e desejei sê-lo, porque me fizeste sonhar com a tua existência.
Fizeste me acordar de uma morte vivida que um dia existiu em mim…
E fui…fui de mansinho e foi…
Foi o cruzamento perfeito.
Tão real que pareceu verdadeiro.
E tudo passou por uma verdadeira metamorfose das palavras, escritas!

Dedico este texto…
A…quem o sabe…
“Desejo…te”!…
Ao autor que em mim me resgatou de onde nunca mais quero voltar…
Um dia esse autor,
voará para as mãos de outro Ser, que procurará a salvação, através da escrita…

© Miss Lost 2017 #69Letras

 


Moço safado…

received_1027469887344668

Texto Erótico!M18

Adoro quando me tentas dar a volta com essa conversa de bandido. Tu bem achas que com meras palavras me tens na mão e até podes ter um pouco de razão… (Sim porque uma boa cama não se nega… e que boa cama é este moço!) Acabo sempre por cair em tentação e ter ali uns bons momentos de intenso prazer.

Levas-me ao êxtase total quando me pegas pela minha cintura e me deitas por cima da mesa beijando cada parte do meu corpo. Vais me despindo sem nunca parar de me beijar. Aquele beijo no pescoço que tanto me arrepia, és um batoteiro pois sabes bem como me deixar cheia de vontades.

Despida e deitada na mesa vais me excitando cada vez mais, percorrendo o meu corpo com a tua boca metendo tua língua dentro de mim, lambuzaste todo… Como adoras o meu néctar e de estares todo tesudo enquanto me excitas mais e mais… Vais usando os teus dedos para me deixares ainda mais molhada. Paras e vens me beijar. Não me deixas sequer te tocar. Não me dás tempo sequer de respirar….
Suplicas que te chupe, que te mordisque o membro…  Adoro que o tenha na boca.
Levantas-me e encostas-me contra a parede gelada que refresca o meu corpo quente, e enfias tudo dentro de mim!! Momentos de prazer intenso, de gemidos constantes, de orgasmos atrás de orgasmos…

Fodes-me tão bem, só tu sabes os pontos certos para me deixares completamente louca, ainda mais do que aquilo que sou.
Mais uma vez ganhas…
Caí na tua conversa e não resisti a tentação.
És o meu vício, a minha paixão sexual.
Quero que me comas todos os dias, a qualquer hora, em qualquer momento, mas claro que me irei fazer sempre de difícil para não ficares com a mania por seres a minha melhor cama…

Little Patrice

Ao menos comeste

13254412_1697305450515185_2452810422453163047_n

Hoje os meus pensamentos foram parar a ti…
Não sei se foi por ter visto as nossas fotos, ou por ter ouvido aquela música tão nossa ou terá sido por me ter vindo sentar neste preciso lugar onde outrora me foderas?!
Lá te mando eu uma mensagem e como sempre cais na minha cantiga de bandido, e vens ter comigo…
Ao chegares perguntas o que eu queria…
Que mais puderia eu querer dele?! Estava ressacada, necessitava da sua droga. Admirado ficou de lhe dizer que a minha última vez foi com ele, e com o tempo que já tinha passado pergunta me como aguentava….
Mal sabes tu as loucuras e as brincadeiras que tenho sempre que chego a casa…. As inúmeras vezes que pensando em ti me vou deliciando com os meus dedos, com aquele vibrador que me ofereceste para não te esquecer…. Já não o suportava ouvir, só queria que me espetasse com a sua poderosa droga…
Fora de controlo mando-te contra o chão, e já em cima de ti apenas abro o teu fecho, por debaixo dos teus boxers retiro a tua seringa, desvio as minhas cuecas e espeto-a de imediato em mim…. A cavalgar lá vou a caminho das estrelas, numa corrida perdida pois ficaste pela lua…
Pára e retira-me de cima dele. Olho e pergunto-lhe se está a gozar comigo! 5min.?? Obtenho uma mera resposta: “Ao menos comeste…”
Mas que comi eu?! Aquilo foi entrar e sair… Nem deu para me sentir!!!
Cria-se tanta expectativa e tem-se assim uma viagem curta e precoce…
És tão fraquinho…

Little Patrice