Arquivo de etiquetas: bad boy

Posso ser a tua Bad Girl?

Percorro cada traço das tuas tatuagens como se estivesse a comprovar se és real, se existes mesmo em mim dessa maneira tão intensa que só tu sabes ter.

Esse Bad Boy que aparentas ser não faz nenhum sentido quando te toco e te faço gemer de prazer, tornas-te doce como mel e delicado na medida certa, nunca perdendo aquela pegada que me arrebata e me deixa alheada de tudo, num jogo de gestos que me deixa na palma da tua mão numa entrega total.

Cada toque teu é de uma doçura divina que me faz delirar, cada beijo em que me afogo e fico sem fôlego desperta o meu lado rebelde e oculto, que desafia o perigo de me apaixonar, mas faz querer seguir contigo por essas estradas sem fim

Quase perco os sentidos neste querer que para mim nunca faria sentido, era algo que sempre quis evitar, mas esse teu jeito, esse coração tão livre e rebelde mas tão disposto a amar dá-lhe todo o sentido.

Rendo-me… Tens a Alma que já há muito tempo conquistaste, e o corpo que sabiamente despertaste, faz de mim tua, livre, meio louca, feliz, mas sempre tua, porque contra os sentimentos não se luta, abraçamo-los.

És o meu Bad Boy, deixa-me ser a tua Bad Girl…

© Miss Kitty 2017 #69Letras


Preciso de te ver novamente!

Ontem quando ia para mais uma daquelas reuniões chatas, vi te. Que pedaço de homem meu deus. Alto, cabelo rapado, óculos e corpo bem definido… Humm! Vinhas com um capacete na mão e casaco de cabedal que por sinal te dava um ar de bad boy. As minhas colegas e eu entramos no elevador e tu também. Cruzei o olhar com uma das minhas colegas e ambas pensavam o mesmo. Que tesão! Só me apetecia sair contigo no primeiro piso e seguir te para os balneários. Sim porque eu sei que tu ias ao ginásio. Quem te gostava de fazer suar era eu. Quanto mais olhava para ti, mais sentia as cuecas a molhar… Passei a reunião toda a pensar em ti e nas varias formas em que te ia fazer suar. Deixaste me louca por ti. Segunda-feira que vem até vou com mais vontade a reunião. Preciso de te ver novamente!

Peregrinus #69Letras

O seu amigo havia partido…

12417811_1644590172453380_4666481472298188196_n

 

A noite em que saiu, para esquecer aquele rapaz carinhoso, sensível que sabe o que significa uma lágrima no canto de seus olhos e ausência de um sorriso, aquele por quem se vai apaixonando, mas…
Ainda assim, vestiu o seu vestido preto, o mesmo que a enaltece curva a curva, toda a maquilhagem estava perfeita, o desejo estava estampado no seu olhar, viu no outro lado do bar o Bad boy perfeito para a sua necessidade desenfreada de uma noite de loucura, conseguiu o seu prémio, não seria difícil dada a sua beleza.
A noite foi caprichosamente saciável, sentiu o corpo ser possuído, o orgasmo esteve latente no auge desse quase inigualável engate brejeiro de boémia vida noturna. Começou o dia, a luz do astro da vida surgia na brecha da janela do quarto. Com o corpo ainda nu e o lençol a descansar sobre ela, acorda na cama que horas antes a levaram num sexo desesperante e quente. Olhou para o lado, e eis que se descobre sozinha o lugar que estava ocupado, esta vazio teve então aí a sua primeira angústia e revolta. Eis…
Afinal quem ela queria esquecer continua morar em seu pensamento. O calor já passou… apanhou o vestido do chão, a maquilhagem desfeita, corre à porta de seu cavaleiro.
Trás consigo uma lágrima que precisa ser enxuta. Bate… mas esta não abre.
O seu amigo havia partido… Por não saber a dor de amar, e de a satisfação carnal não ser suficiente, descobriu alguém com quem iria acordar, com um sorriso de plena satisfação e um apaixonante olhar e um expressar singelo de… “bom dia amor, bom dia alegria!”
Leva consigo a lágrima por enxugar e a dor da perda.

RiCCo #69Letras