Arquivo de etiquetas: audição

Audição OFF. Criatividade ON.

2ebd5ddabbb29ff377f8e5079e66e8a8

Fotografia: Via Pinterest
Audição OFF. Criatividade ON.
Vou-te contar um segredo.
Houve momentos que não ouvi metade do que disseste, não porque não tenha interesse em te escutar mas porque o filme mental que realizei interferiu totalmente na audição.
O teu interesse em mim como argumentista, pode até não ser nenhum, mas olha faz o que quiseres com a informação que estás a receber.
Eu: ARGUMENTISTA
Tu: REALIZADOR
Eu e Tu: ACTORES
Foi simples, Nada muito elaborado.
Os dois em pé, frente a frente, as tuas mãos que despem o vestido pelos ombros, eu nua, tu pronto, fecho das calças desapertado, os teus braços que me colocam ao teu colo, estas pernas a abraçar a tua cintura, as tuas mãos nas minhas costas e cabelos, bocas esfomeadas, tu dentro de mim, as tuas mãos nas minhas coxas e as minhas costas a lamber a parede.
E foi isto. Apenas e nada mais que isto.
Criatividade OFF. Audição ON.
**

👠A Vizinha

Esta noite sonhei contigo. Sabe-se lá porquê!

b92aedd9c3cfb8259db525f348ed1068

+18 | Texto erótico |Sabe-se lá porquê estavas sentado à beira de uma cama, e eu em pé à tua frente.
Isto sim é estranho, que estávamos nós a fazer num quarto?
Lembro-me que estávamos a conversar dos assuntos já habituais entre nós, quando de repente sou invadida por um louco desejo momentâneo.
Naquele instante, apenas via o movimento dos teus lábios, mas nada ouvia. A minha audição estava atordoada. Os meus sentidos estavam apenas centrados no calor que surgia entre as minhas coxas.
Um calor invadiu-me, suores frios caiam sobre mim, e naquele quarto, para aquele momento, só tu estavas lá, creio que se não me aceitasses amar naquele instante, acabaria por desmaiar com tanto tesão.
Por favor, deixa-me sentar em ti – Pedi-te.
Não fizeste perguntas, nem brincaste com o meu pedido, apenas te prontificaste libertando o teu s3xo dentro das calças, dispo as calças do pijama ( porque raio estava eu de pijama?), e sento-me em ti.
Ali, tu sentado na beira da cama, eu sentada sobre ti, fomos um só.
Tu impulsionavas-te para mim, e eu empurrava-me para ti… esfregámos-nos numa melodia perfeita, por um tempo que parecia infinito, pois os nossos corpos libertavam agua, o cansaço na respiração ja se ouvia, mas o desejo não desvanecia…
Entretanto acordei, ainda a flamejar entre as pernas… mas tu já não estavas lá…

© Cátia Teixeira 69 Letras 2017