Arquivo de etiquetas: apetites

Gulosa ( parte 1 )

Há dias e dias…

Uns dias estamos mais sensíveis, outros mais frágeis.

E há aqueles dias em que temos apetites invulgares!


Hoje! Não suporto mais esta sede de ti em mim. Vou-te provar!

Espero-te no corredor do prédio…

Lá vens tu! Com o teu ar sorridente e despreocupado!

Respira fundo Steel! Estás quase lá…

-Bom dia Steel!

som de cigarras ao fundo )

– Steel? Não falas?

( Deus dê-me um empurrãozinho )

E as minhas mãos falam por mim…

Meto-lhe um dedo indicador meu na boca. Ele fica estático a olhar bem fundo nos meus olhos. Como se tentasse decifrar se era um momento extremamente erótico ou estranho entre nós.

Quase me babo toda de desejo. E aí ele percebeu logo do que se tratava!

Ele chupa o meu dedo bem suavemente…

( Previsão de subidas de temperatura drásticas sobre o condomínio 69 )

Retiro meu dedo devagar e desta vez saboreio eu cada rasto de néctar da sua boca impregnada no meu dedo.

-Hummm sabes bem…

– Ainda não viste nada minha querida Steel…

Isto promete…

 

©Miss Steel 69letras 2017 

 

Desejo tão urgente que não precisa de apresentações.

klk

Hoje as mãos rejeitam a caneta, o papel não acolhe as palavras e tu penetras-me na mente e impedes-me de cuspir o turbilhão de emoções com que me invades sem permissão a altas horas da noite.
Tento-me concentrar nas palavras que trocámos hoje, mas foi mesmo sobre o quê?
Apenas me recordo do movimento dos teus lábios e de me perder no teu rosto enquanto dentro de mim combatia a vontade de te encurralar contra a parede e descobrir na tua boca o quanto me queres.
Não preciso de dizer o que quero, a minha voz treme, abandona-me, diz-te tudo o que precisas saber.
Já perdi a conta das vezes que passei a mão no cabelo, fechei os olhos e desejei ter-te a respirar no meu pescoço… desperto para a realidade e só o ar me rodeia.
Quero-te.
Desejo-te.
Desejo tão urgente que não precisa de apresentações.
Deixemos a biografia para outra ocasião, o meu alvo, está no que o teu olhar anunciou, bem debaixo dessas roupas, deixemos as formalidades e vamos alimentar estes dois predadores com apetites irracionais, não convencionais.