Arquivo de etiquetas: animal

DESEJO ANIMAL

received_10208278843427672

Vem depressa por favor…
Acalma-me esta urgência…
Arranca de mim esta dor…
De toda esta carência…
Hoje quem manda sou eu…
Vem, arranca-me a roupa…
Toca-me como só tu sabes…
Não pares, deixas-me louca…
Devora-me com gosto…
Usa-me para teu prazer…
Sente-me, faz-me vibrar…
Tens tudo o que podes ter…
Encosta-me contra a parede…
Com esse desejo animal…
Hoje só quero sentir…
O teu instinto carnal…
Faz das minhas as tuas vontades…
Possui-me, entra dentro de mim…
Enlouqueces-me, fazes-me vir…
Nunca te senti assim…
Com esse desejo animal…
Hoje a noite foi minha…
Arrancaste-me esta dor…
E dei-te tudo que tinha…
Depois de uma noite assim…
Cheia de tanto sentir…
Lamento meu amor…
Não te vou deixar partir…

Miss Kitty

Desassossego

 

d66f47c11e9c2669e513dd9c08949b7d

Desassossego é viver contigo constantemente na minha mente a sussurrar para o meu corpo desejos ardentes e a possuir cada pedaço de mim.
Inquietude.
Com o teu olhar drogas-me, com o sorriso desarmas-me e com o toque submetes-me.
As mãos que me percorrem mostram como me conheces. Não é um simples toque ou carícias, são provocações engendradas nos nervos escondidos sob a minha pele que nem sabia existir.
Agitação.
Ao pé de ti não tenho tempo para respirar fundo. O sangue é mar agitado e a minha respiração um verdadeiro incêndio de desejo, tudo em ti me desperta e tudo em ti me faz perder a postura.
Loucura.
Um beijo. Apenas um beijo teu tem o poder de me acordar, centralizar todo o meu lado racional entre as pernas e transformar-me num animal qualquer com o cio, a pressão acumula-se e a partir desse ponto, nada mais é lúcido ético ou moral. Cada pedido ou proposta indecente faz de mim tua.

Tesudamente’ tua. 
A Vizinha

Fotogravia: Via pinterest

Loucos, dois loucos de desejo.

10426638_1639776679601396_8449809040092172335_n

 

Não me deste tempo para respirar.

Mal as portas do elevador se fecharam, travaste-o entre andares.
Encostaste-me ao vidro, senti os teus lábios no meu pescoço, como se fosse uma descarga elétrica. Senti o meu corpo amolecer e as pernas ficaram bambas.
A atracão que exercias em mim era inexplicável Não me conseguia controlar.
O cheiro do teu perfume invadia as minhas narinas deixando-me estonteada.
Arrancaste o que te impedia de me penetrar. Senti-te dentro de mim.
Penetraste como um animal insaciável, beijaste o meu peito como se tivesses a beber um néctar..Deixaste-me louca de tesão.
Sentia-te cada vez mais e, eu impotente, sem reacção deixei soltar os meus gemidos que estavam sufocados na minha garganta.
Foi como se tivesse sido o sinal de chegada, ouvi o teu grunhido em meu ouvido ao mesmo tempo que sentia a tua explosão em mim..
Loucos, dois loucos de desejo.

LOLA

Amor sádico, tão intenso, tão animal, tão puro, tão bom!

7741afd2a53f76cdd8e67b89f96aca0d

 

De todos os sentimentos o que mais gostei de sentir foi aquele que me provocaste.
Tu chegaste mais longe que qual outro, aliás anulaste todas as memórias que tinha, e marcaste-me com as nossas.
Tu dominaste o meu corpo, a minha mente e a minha alma só te restou ficar para seres ‘o tal’.
Eu poderia suportar a tua ausência e a tua vida sombria cheia de perigos caso a minha respiração não dependesse de ti, ou o meu corpo não precisasse da tua presença para sobreviver.
Entende meu amor, é impossível suportar ser tua por inteira e ter-te aos bocejos.
O que despertaste em mim, trouxe-me vida desde o momento que me fizeste tua.
Amor sádico, tão intenso, tão animal, tão puro, tão bom!
Gosto de discutir contigo e sentir o sangue fermentar entre a pele, gosto da tesão com que ficas sempre que sou insolente, gosto quando me possuis e declamas que sou tua, gosto quando me fodes com vontade de rasgar a minha pele de modo a diminuir o espaço entre as nossas almas.
Vou ter saudades da beleza do meu nome na tua boca.
Vou ter saudades do teu olhar que me despiu tantas vezes e me fez cair a teus pés.

 

Fotografia: Via pinterest

A vizinha

Quem é este estranho que nada sei mas quero de volta?

a6915bd110921f35547aaf3c946c89aa

Esperei uma eternidade por aquele estranho como quem espera pelo fim de semana e quando finalmente chegou os relógios acordaram para o levarem junto com o tempo.
Já que te foste podias ter levado as nossas memórias também contigo ao invés de me deixares neste purgatório sem a tua pele, mas contigo a assombrares a minha mente e a invadires as vontades do meu corpo.
Quem é este homem que nunca quis saber que medos carrego?
Quem é este homem que desprezou a mulher delicada que sou, e me agarrou pelos cabelos e trouxe a chama ao meu olhar?
Nunca tive tanta força dentro de mim, como quando estava contigo. A minha mente era livre de violar e provocar o caos, o meu corpo descobri ser pequeno para tanto prazer e frágil para tanta perversão. Ah mas esta fragilidade deixou-me ainda mais louca e insaciável por desejo devasso.
Quem é este estranho que do sobrenome nada sei, nem de onde veio ou onde nasceu?
Deste estranho apenas conheço o olhar vazio com que acelerava a minha pulsação sempre que me olhava, decorei também aqueles lábios esfomeados de pecado, o meu olfacto absorveu o cheiro a animal selvagem e vadio que me atordoava os sentidos, e o meu corpo memorizou o tamanho daquelas mãos vis.
Ah, a forma como aquele estranho apertava o meu pescoço contra a parede num beijo sem espaço para fôlego é de perder a força nas pernas…
Quem é este estranho que nada sei mas quero de volta?

Entende meu amor, é impossível suportar ser tua por inteira e ter-te aos bocejos.

image

De todos os sentimentos o que mais gostei de sentir foi aquele que me provocaste.
Tu chegaste mais longe que qual outro, aliás anulaste todas as memórias que tinha, e marcaste-me com as nossas.
Tu dominaste o meu corpo, a minha mente e a minha alma só te restou ficar para seres ‘o tal’.
Eu poderia suportar a tua ausência e a tua vida sombria cheia de perigos caso a minha respiração não dependesse de ti, ou o meu corpo não precisasse da tua presença para sobreviver.
Entende meu amor, é impossível suportar ser tua por inteira e ter-te aos bocejos.
O que despertaste em mim, trouxe-me vida desde o momento que me fizeste tua.
Amor sádico, tão intenso, tão animal, tão puro, tão bom!
Gosto de discutir contigo e sentir o sangue fermentar entre a pele, gosto da tesão com que ficas sempre que sou insolente, gosto quando me possuis e declamas que sou tua, gosto quando me fodes com vontade de rasgar a minha pele de modo a diminuir o espaço entre as nossas almas.
Vou ter saudades da beleza do meu nome na tua boca.
Vou ter saudades do teu olhar que me despiu tantas vezes e me fez cair a teus pés.

?A vizinha #69Letras