Arquivo de etiquetas: amores

Vidas

Vidas paralelas,
Vidas desencontradas….

Todos os dias encontramos pessoas amigas, pessoas tranquilas, complicadas, sofridas, amadas…cada relação é uma aula de aprendizagem.

Há quem seja negativa e se nutre da escuridão, mas há o reverso de quem transborda de luz, de felicidade..pessoas abençoadas, positivas.

Quando achamos que já vimos tudo, bate-nos à porta mais uma desilusão…mais uma lição de vida!
O nosso crescimento depende todo da dor, pois não vi ainda ninguém a crescer do riso.
Assim é a nossa estrada da vida… uns dias ensinando, outros aprendendo, outros dias decepcionando, outros surpreendendo….
É uma estrada árida, mas às vezes florida.
Todos nós temos as nossas feridas, umas maiores que outras que custam a sarar mas,
nesta estrada que percorremos arranjamos sempre uma força surreal para as sararmos…
Mas nem sempre aprendemos com os erros, continuamos a errar…
Por isso somos humanos, sensíveis, rígidos, traiçoeiros, egocêntricos…
©Lola 2017 #69Letras

Domina-me

Nesta vida madrasta, desencontros são demasiado banais.
Por vezes, demasiadas, desencontro-me contigo.
Motivos alheios, desculpas esfarrapadas e noites perdidas.
Poderia ser em puro e duro amor… mas a discussão prevaleceu e nessa noite o céu perdeu mais uma estrela.
Podemos optar por um estado emocional dependente e pegajoso, sem largar e sem respirar… mas as nossas feras interiores são e serão sempre selvagens e chocaremos…preciso de ti mais do que oxigénio.
O meu coração palpita por ti.
Domina-te
Domina-me
Entende-me e compreende-me.
E serei de sempre e para sempre a tua fera.

© Krishna 2017 #69Letras

Finge…

Não digas nada…

Fecha os olhos e imagina, sente…

Só hoje, só esta noite, finge que me queres…

Sem promessas nem cobranças, muito menos moralismos ou pudores, sem limites…

Põe de lado essa luta interna entre o sagrado e o profano, o que é certo ou errado e a moralidade da Alma a que o teu corpo já não consegue obedecer…

Fecha os olhos e entrega-te, rende-te e esquece o resto do mundo por momentos…

Abandona-te ao aroma que o meu perfume exala, misturado com a pele, a esse cheiro único de luxúria e desejo…

Deixa-te levar pelo toque dos meus dedos que te arrepia ao explorar cada recanto do teu corpo, agora já em brasa…

Afoga-te no meu beijo sôfrego de ti e de sentir o teu gosto, um beijo que é tanto urgente como meigo, doce e demorado, que me faz perder a razão…

Cada gesto e cada respirar teu, que sinto intensamente na minha pele, provoca-me um turbilhão de sentimentos, um misto de dor e de prazer, por saber que é a fingir…

Sente-me transbordar de ti, do teu desejo, mesmo que seja só carnal, instintivo, animal mas sente-te em mim…

Hoje, só hoje, só esta noite, esta vez, não digas nada e finge que me queres, talvez um dia deixes de ter que fingir…

© Miss Kitty 2017 #69Letras


Metade pessoa metade agonia…

Sou metade pessoa…

Perfumo-me de liberdade, visto-me de humildade, vou até onde a vista alcança pois de ser eu não perco a esperança, repudio a outra metade, que não passa de agonia, de não ser eu de verdade, presa e sem liberdade, numa vida tão vazia. Continuar a lerMetade pessoa metade agonia…

Amores desencontrados…

ELE anda cansado das baladas e dos casos furtivos sem sentimentos. Aprendeu a gostar da sua própria companhia, sem precisar estar num grupo de amigos todos os sábados. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno mas que traga um sabor doce às suas manhãs, que seja a melhor companhia para olhar a lua, que ele possa exibir os seus dons na cozinha e o seu conhecimento em vinhos, só para ela.
Quer uma mulher que ele reconheça pelo cheiro dos cabelos, pelo toque dos dedos, pela gargalhada que vai ecoar pela casa transformando um domingo sem graça, no melhor dia da semana. Quer viver uma paixão tranqüila e turbulenta de desejos… quer ter para quem voltar depois de estar com os amigos, sem precisar ficar “caçando” companhias vazias e encontros efêmeros. Quer deitar no tapete da sala e ficar observando enquanto ela, de calção de algodão, com a minha T-Shirt e um rabo de cavalo, lê um livro no sofá. Quer deitar na cama desejando que ela entre no quarto em lingerie de tirar o fôlego.
Quer guerra de travesseiros, até que o vencido vá á cozinha buscar água para saciar a sua sede. Quer o poder que nenhum dos seus super heróis da infância tiveram… o poder de amar sem medo, sem perigo e sem ir embora no dia seguinte.
Quer provar que pode fazer essa mulher feliz!

ELA quase deixou de acreditar que seria possível ter vontade de se envolver novamente. Foram tantas dores, finais, recomeços e frustrações que pensou em seguir sozinha para não mais se magoar. Então percebeu que a vida de solteira já não faz tanto sentido. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno mas que possa acordá-la com um abraço que fará o seu dia feliz. Quer um homem que ela possa cuidar e amar sem receios de que está sendo enganada. Quer a alegria dos finais de semana juntinhos, as expectativas dos planos construídos, o grito de “golo” estremecendo a casa quando o equipa dele estiver a ganhar… a cumplicidade em dividir os segredos.
Quer observá-lo sem camisa, a ler o jornal na varanda… quer reclamar da bagunça da casa de banho, rindo e gritando quando ele responde puxando-a para o chuveiro, completamente vestida.
Quer a certeza de abrir a porta de casa e saber que mesmo ele não estando, chegará a qualquer momento trazendo o brigadeiro da confeitaria que ela gosta tanto. Quer beijar, cheirar, morder, beliscar e apertar para ter certeza que a felicidade está ali mesmo… materializada nele.
Quer provar que pode fazer esse homem feliz!

ELES estão por aí… sonhando um com o outro… talvez ainda nem se conheçam… mas é só uma questão de tempo, até o destino unir essas vidas que se complementam e estão ávidas para amar e fazer o outro feliz.
Ou alguém duvida que o universo traz aquilo que desejamos?

Autor desconhecido

O Vizinho #69Letras

Erros imperdoáveis

1929944_1636863339892730_8501448819992146485_n

Há erros imperdoáveis, que não deveriam ser cometidos,
Segredos omitidos,
Amores profanados,
Mas nunca houve intenção de magoar-te.

És a paixão da minha vida,
O meu amor eterno.
Foram ditas coisas, que não foram sentidas.
Foram ditas para tomares uma atitude.

Só queria que lutasses por mim e pelo amor que me tens.
Esperei que demonstrasses que tinhas ciumes, como eu tenho por ti.
Mas preferiste ficar no teu canto, calado.

Fiquei triste e magoada por o fazeres, tentei aproximar-me, mas tu…
Fechaste-te no teu mundo cada vez mais.
Não me deixaste entrar.

O que desejo é o teu amor, confiança e paixão de novo.
Não sei viver sem ti,
Não te ter ao meu lado é como se perdesse metade da minha identidade.

Só quero que me ames como te amo a ti.
És tudo para mim e tu és o meu mundo.

LOLA

Tira-me o véu…

 

Tira me o véu .
Tira o véu que me cobre o rosto e vê o quanto ele esconde .
Vê as rugas que ficaram dos anos que foram passando .
Vê a mágoa que o meu olhar esconde , vê tudo o que não permito que ninguém veja .
Tira me o véu e olha me nos olhos com Amor e paixão .
Com o teu olhar desvinca me o rosto , apaga a mágoa .
Põe no meu rosto de novo um sorriso , uma nova vida .
Só o teu olhar irá conseguir fazer cair o véu .

Raven