É caso para pedir: Um quarto por favor!

Corpos que se desejam na inocência de um café. Tardes quentes. Um café cheio de sombras e um canto lá ao fundo a aguardar por nós. Sentados frente a frente a partilhar vidas, a minha vida assumiu a rebeldia do desejo. No cantinho daquele café e na inocência do diálogo, a minha mente agitava-se comandada…

Amar e ser amado? Para dançar o tango são precisos dois.

Era o meu amor inteiro e o teu migalhas era eu feliz e deslumbrada pelo que sentia por ti, não pelo amor que me entregavas mas pelo que experienciava dentro de mim. Oh! Eu amei-te incondicionalmente numa desmedida loucura, saltitava que nem adolescente para os teus braços, sentia-me realizada cada vez que te via sorrir….

O teu olhar no meu, e o meu no teu…

  Sonho com o dia, em que acordarei ao teu lado. Sonho que o meu primeiro sorriso do dia surja por contemplar a tua expressão, os teus lindos traços, enquanto dormes. Sonho estar ao teu lado, no momento em que abres os olhos e te preparas para um novo dia. Novo dia, que se inicia,…

Eu saberei viver sem ti, ou pelo menos tentarei.

Teu sorriso tão lindo e encantador, talvez tenha sido isso que ainda me prende a ti. Ou o teu cabelo bom de pegar, despenteado que esconde os teus lindos olhos castanho avelã. Talvez tenha sido isso, eu não consigo sair, de me livrar de ti….. Vicio? Talvez seja isso…. Uma droga que insiste em ficar…

Você me faz um bem enorme

Você me faz um bem enorme Tua voz…. Teu sorriso….. Teu humor….. Tua maneira de me pegar no colo De me mostrar quando estou errada O teu silêncio me dizendo tantas coisas…. Teu desejo…tão presente…..sempre…. Tua forma de me querer…… De me abraçar….. De me beijar….. De fazer amor….. De fazer minha pele arrepiar….. De…

Despida. Exposta.

Nus Meus sentimentos Meus sentimentos Nus Meu coração Na companhia da solidão Me dispo de tudo Por fora Me exponho … De dentro Esta é a minha condição Saudades A minha Vivo-a Com mágoa Verdade A minha Vivo-a Defendendo-a Ser poeta É ser É saber passar Aos outros O que se sente Ser poeta É…

Mata-me aos poucos com os teus beijos

O Sol namora a Lua, o lobo namora a coruja, O dia vira noite, A nossa amizade vira namoro As palavras viram gestos, mas já não chegam, quero mais, muito mais… Quero poder partilhar o todo, não metades Sinto me insaciável, sôfrega com o nosso amor, Preciso do teu toque, sentir o teu corpo contra…