Arquivo de etiquetas: amor proibido

Confessar

Confesso-me a ti,
A quem entreguei o meu coração
involuntariamente,
Confesso-me a ti,
Todos os pensamentos pecaminosos
As minhas vontades carnais
Confesso-me a ti,
Como desejei chegar perto de ti,
Arrancar-te dessa boca que me põe louca
beijos ardentes, apaixonados
Confesso-me a ti,
que te desejo de corpo e alma
Quero sentir-te em mim,
Quero saborear toda a tua essência
Confesso-me a ti,
pois já não tenho forças para lutar
contra o inevitável
Apaixonei-me
Rendo-me aos teus braços.
©Lola #69Letras

Sempre foi tudo ou nada

 

12345467_1635108890068175_8756771107133431994_n

Nunca tive explicação para a revolução que causavas em mim.

Só de me lembrar da forma como me seduzias apenas com um olhar, fico fora de mim.
A sensualidade com que te via dançar, os toques discretos e olhares de pura provocação à mistura do nosso amor proibido era a maior tortura… E uma doce loucura.
Foram noites de amor e ódio.

Connosco sempre foi tudo ou nada, não é verdade?


Se começamos, muitas noites em pleno amor e harmonia, também as acabamos no dilúvio das discussões.
Tanto foi dito e tanto ficou por dizer, no quente das emoções.
Mas sabes que mais? Que se lixe o que ficou ou não por dizer!
Seduz-me… Uma, duas, três… Quantas vezes quiseres!
Tortura-me…
Faz-me ciúmes…
Provoca-me o quanto quiseres…
Castiga-me…
Chateia-me até…
Desde que prometas que no final da noite haja Amor e nada mais!


Que a única guerra desde então seja a do nosso amor e que o meu maior infortúnio seja acordar a teu lado até ao final da nossa existência.

KingOfMysteries #69Letras