Arquivo de etiquetas: amigos

Como se nada fosse certo meu amante ?

Como se nada fosse certo meu amante ?
Ausenta-te por favor…
Preciso de mais uma vez poupar a minha alma a mais um sermão interno.
A minha mente calça os sapatos e palmilha em direção as recordações das noites passadas.
Até à próxima, digo-te eu de cueca molhada.
Este desejo carnal,
Preocupa-me.
Possui-me.
Amiga de segredos
Amante de orgasmos.
E mais uma vez nesta noite..
Seremos o que ?
Amantes ou amigos?
Sinto-me mais uma vez um salto alto bonito…
Anda por umas horas.
Não digas mais.
Curto e grosso
Sem modos e maneiras.
Não me faças apaixonar-me por ti.
©Krishna 2017     #69Letras

A química do físico

M18|ContoErótico

Era mais uma noite normal.
Enquanto as horas passavam, o meu pensamento pairava e infelizmente esbarrou contra ti.
Senti um frio, um arrepio de tal forma que até branca fiquei.
Recordei-me de tanta coisa…
Tanta fod@, tanto gemido.
Tanto suor, tanto prazer.”
Não houve um dia mau contigo em cima de mim.
A verdade é essa! E embora o silêncio reine entre nós, tens de admitir que fizemos uma óptima corrida..!
Lembras-te de certeza… daquele sushi?
Se não me saltou o sushi da boca pouco me faltou!
Cheirosos e bonitos saimos a rua, como se namorados fôssemos, (amigos de queca) e sem parares um segundo,fazias questão de me seduzir a cada peça, roubavas-me sorrisos em público, despias-me a inocência em privado.
Jantar comido e só pensava na sobremesa…ou em ti era algo do género, já andava a vaguear nessa tua cabecinha(se ao menos soubesses o quanto eu adorava quando lhe dava logos e profundos beijos)
Hora de pegar no corpo e sair.
O nosso problema era definitivamente o contacto.
A química do físico.
Abalava qualquer coisa que de mal tinhas, e isso era a nossa maior perdição. Ambos sabíamos que amor era escusado.
Bastou entrar no carro, o toque de mãos e a insistência de olhares para que pouco demorasse…
Só parei quando o sítio era escuro o suficiente.
Ouviamos as ondas do mar.
Mas o som principal eram os meus gemidos.
Essas mãos agarram o meu rabo como nunca ninguém tinha agarrado, e deitada sobre o capô do carro, tinham-o todo penetrado dentro de mim.
De frente e de trás passavas as mãos em cada parte de mim… algumas até abusavas da profundidade…acredita que só me fazia ficar mais desorientada. E propagar mais os meus gemidos… esses …lembraste ?
Claro que te lembras.
A miúda no meio de todas as mulheres feitas que te escapou.
Quando temos o azar de privar o mesmo espaço e sem palavras podermos dizer porque o orgulho é maior, o teu olhar estremece ao me ver e acompanha essa vontade de me tocar.. nem que seja no cabelo que tanto puxaste.
És guloso e eu azeda.
Queres mais mas a tua vez fugiu…

©Krishna 2017 #69Letras

Amizade com “benefícios”. Sim ou não?

Porque é preciso falar de sexo e porque é terça-feira, cá estou eu!
Desta vez, venho partilhar com vocês um estudo realizado por Heidi Reeder, da Boise State University, nos Estados Unidos, que conclui que 76% dos casos em que amigos têm relações sexuais, a sua amizade fica fortalecida.
Dos 300 entrevistados, cerca de 20% dos homens e mulheres afirmaram já terem feito sexo pelo menos com um dos seus amigos.
Incrivelmente ou não, 76% afirmaram que a amizade melhorou desde esse momento.
Ora, isto põe por terra a ideia mega romântica de que sexo fora de um relacionamento cheio de corações, flores e outras-coisas-fofinhas, leva ao desgaste emocional e consequentemente ao fim da amizade.

A meu ver, para quem souber e conseguir separar as coisas esse desgaste acaba por não acontecer. Ninguém deve nada a ninguém, logo nada melhor que uma sessão de sexo para aliviar o stress do dia a dia. Agora se uma das partes de apaixonar… É que a coisa complica!!! Começa-se a querer as tais flores, os tais corações, palavras bonitas, atenção, começam os ciúmes… E por aí fora!
Ainda assim, mesmo estudo revela que 50% acabou por começar a namorar com o “amigo com benefícios”. O amor acontece, não é verdade?

E vocês o que dizem? Sim ou não? Melhora ou piora a amizade? Seriam capazes de ter um relacionamento assim?

Contem-te tudo!

Kiss kiss, Aphrodite

 

 

Fonte: http://activa.sapo.pt/

 

 

Paixão de amigos

Tento não olhar, mas é impossível.
Meu coração dispara quando te vê passar,
Sei que somos só amigos, mas a minha alma diz me o contrario, a minha carne arde ao teu toque.
Eu sei…Amigos.
Como gostava que esse teu gostar passasse a paixão, a desejo.
Fico me com as minhas fantasias de que um dia…
Um dia poderás ser meu

Lola #69Letras

Lutas internas…

Prendo-me nas lutas internas com esperança de um dia me libertar, de expulsar pensamentos impróprios e exorcizar demónios.

Sei que não sou o único e que muitos como eu lutam contra o seu coração, sua vontade e mesmo contra os seus sonhos, ao ponto de nos sentir-mos tão minúsculos e infelizes. Não tenho palavras sábias neste momento nem conselhos para vos dar, apenas a minha solidariedade…

Vendo bem até tenho. FORÇA! Batalha com todas as forças, organiza-te e rodeia-te de pessoas de bem, que só te querem ver feliz. De uma coisa podes ter a certeza, é nestas alturas que vês quem são os teus verdadeiros amigos, pois para beber uns copos e celebrar uma conquista não faltam “colegas”, mas para te ajudar a levantar e “lamber” as tuas feridas só podes contar com os verdadeiros amigos… Esses sim, se estão ao teu lado na tristeza, acredita que serão felizes ao teu lado no triunfo!

Obrigado aos meus verdadeiros amigos!

O Vizinho #69Letras

Foto: Pinterest
Modelo: Atesh Salih

“… estás-te a babar toda!”

Texto Erótico|M18

Há uns meses atrás combinei ir beber um copo com alguns amigos meus. Fomos até a um bar e dai para um salão de jogos. Chegando ao salão reparei num homem esbelto. A cara dele não me era estranha, mas não me conseguia lembrar de onde o conhecia.

Os meus amigos decidiram ir jogar snooker… Eu sentei-me perto da mesa e fiquei a escrever para vos. Estávamos todos animados. Os que não estavam a jogar foram jogar as setas. Eu continuava ali sentada quando olhei para a mesa dos meus amigos e vi-o. Ele estava com o olhar fixo em mim e a falar para um dos meus amigos. Fiquei completamente parada no tempo. Aquele olhar penetrava-me alma e deixou-me com as pernas a tremer. Fiquei a olhar para ele, enquanto ele se preparava para uma partida contra os meus.

Eu estava tão enfeitiçada que já não dava fé das outras pessoas. E foi ai que ele se virou para mim e me começou a provocar. Sentia as minhas cuecas a molharem-se. Ele chamou-me para ir jogar com ele, mas eu negava dizendo que não sabia jogar. Ele pegou na minha mão e levou-me até a mesa dizendo que me ia ensinar. Deu-me o taco para as mãos. O toque de seus dedos na minha pele me deixou arrepiada. Chegou-se por trás de mim e encostou-se para também poder posicionar as suas mãos no taco. Senti de imediato o seu pénis a roçar no meu rabo. As minha pernas tremiam e as minhas cuecas já estavam encharcadas…

Com um movimento rápido ele largou o taco e fez me larga-lo também para me virar de frente para ele. Estávamos agora cara a cara e eu sentia a minha respiração a acelerar. Depois de me penetrar com aquele olhar misterioso e sedutor agarra-me pelo pescoço e beija-me com intensidade. Sinto a sua mão percorrer o meu corpo… Parando nas ancas também a sua outra mão percorre o meu corpo. A minha camisola desliza para cima deixando os meus fartos seios envoltos de um sutiã vermelho de renda aparecer. Ele para de me beijar e aprecia o que agora esta a vista. Com um olhar maroto desliza o seu polegar direito para dentro da copa e começa a fazer círculos a volta de um dos meus bicos e este fica rijo com aquele toque suave o que me faz soltar um gemido. A sua mão esquerda desliza para as minhas costas. Enquanto isso ele se encosta mais contra mim e eu sito a sua tesão enorme a fazer pressão contra a minha vulva inchada… O sutiã cai.

“Peregrinus! Peregrinus!”… “Ah?” Oiço alguém a chamar por mim. Viro-me e dou de caras com uma das minhas amigas. “Peregrinus, estás-te a babar toda.” Literalmente! Que vergonha. Saio dali a correr…

Peregrinus #69Letras

 


Regista o  teu cartão de cliente e obtém 10% de desconto em todas as tuas encomendas!

www.aubaci.com/69letras

Eis a questão..

A nossa amizade surgiu

Em tempos diferentes

Ambos tínhamos alguém

Mas ficamos independentes

A vida mudou-me

O teu beijo matou-me

O teu corpo abraçou-me

A paixão ressuscitou-me 

O teu jeito descontraído 

Parou o meu mundo

Mas tu estavas noutra onda

Não quiseste ir mais fundo

Consegui fazer-te sorrir

E ensinar-te a criar um rumo 

Mas a sintonia não era a mesma 

E tudo se desvaneceu como fumo 

Passaram dois anos 

Com relações sem amor

Eu nunca estive nos teus planos 

Até me dares o devido valor 

Queres voltar a sair comigo

Sozinhos e com amigos 

Mas será que vale a pena

Voltar a vícios antigos?
Annastasia #69Letras