Arquivo de etiquetas: amada

Perdida e achada

Quando a minha alma estava
nos perdidos e achados
Tu vieste reclama-la
Quando a minha alma sangrava pela perda
Tu preencheste-a com alegria
Quando a minha alma estava 
perdida no limbo, sem rumo
Tu resgataste-a 
Iluminaste-a com todo o teu amor
Fizeste-me abrir os olhos
e ver que nem todos os caminhos 
são sombrios
Encheste a minha alma com cor
Renovaste o vazio e fundiste a tua
alma à minha.
Fizeste-me erguer de novo, 
Fizeste-me amar de novo,
Fizeste-me acreditar que o meu Eu
ainda pode ser amado
©Lola 2017 #69Letras

Viagem prematura…

Era menina inocente, com sonhos na mente, e na sua inocência, pura e sem malícia, fazia magia e tornava o mundo uma delícia. Tudo era perfeito, a vida a seu jeito, de criança feliz, que fazia poesia dessa vida de fantasia e teve o que sempre quis.

A seu tempo cresceu, nesse mundo só seu, tornou-se mulher, de misteriosa sensualidade e a beleza da idade, uma poesia a interpretar, por quem a sabia amar. Gostava da vida, intensa e sentida, uma vida vivida, de fantasia e realidade, sentia-se realizada, era feliz de verdade, nesse sonho só seu, que desde menina cresceu.

Mas desse sonho acordou, tropeçou na realidade, de uma vida fria, e de sonhos vazia.

A menina inocente, da do sonho tão diferente, não fora poesia, cortaram-lhe as asas nem fizera magia. Na sua pureza, confrontada com a realidade, deixou-se levar com o imposto por não ter idade.

E nesse mundo onde cresceu, que em nada era o seu, tornou-se mulher que de poesia não tinha nada, não era amada, por todos rebaixada, ficou presa a uma vida, em nada sonhada, uma vida vazia, que de tanto se arrependia.

Tornou-se uma sombra, do que era de verdade, e o que mostrava não era a realidade, era o imposto, o que era suposto, o que queriam que fosse, ignorando o seu gosto. Nunca conseguiu ter a vida que queria, vestir a pele de viver, e fazer poesia, apenas existindo, num corpo tão belo, sensual e singelo, um corpo calado do prazer abandonado, de uma sensualidade que contraria a realidade, que ignorou o amor, por impossível ser, mas nunca perdeu a esperança de um dia o viver.

Mas não deixa de ser uma menina, mulher cheia de sonhos, que secretamente os escrevia em toda a sua poesia, na esperança que um dia se fizesse magia.

Miss Kitty #69Letras

METADES!

received_1207099319323674

Sem ti sou metade…
Sou metade sem ti…
Só deixarei de ser metade…
Quando a tua metade estiver aqui…
És a metade que me falta…
A metade que me completa…
És a minha Poesia…
E eu sou o teu Poeta…
És as palavras que escrevo…
Os Sentimentos que decifro…
Sou metade incompleta…
E tu a metade que preciso…
E se tu és o meu fogo…
Eu serei a tua fogueira…
Se fores minha estrela…
Serei a tua Lua Cheia…
E nas nossas metades…
Quase tudo é perfeito…
Sou a metade que te falta…
Na metade do teu peito…
E quando te sentes sozinha…
Com vontade de ser Amada…
Sabes que tens em mim…
A metade que te faltava…
Sabes que me sinto incompleto…
Quando não te tenho aqui…
Somos metades que se completam…
Num Amor como nunca vi…

POETA SOLITÁRIO

PODERÁ!

received_1207108419322764

Poderá a Eternidade durar um minuto…
Poderá um minuto ser Eterno…
Poderei eu contigo estar no Paraíso…
E sem ti, descer ao Inferno…
Poderá haver vida…
Nas horas que não estou contigo…
Se é só nos teus braços…
Que eu me sinto vivo…
Poderei Amar-te Eternamente…
Se Eterno eu puder ser…
Mas se não for Eternamente…
Que te Ame até morrer…
Poderei eu esperar-te…
Até cair a madrugada…
Envolver-te nos meus braços…
Fazer-te minha Amada…
Poderá algum dia…
O Sol Amar a Lua…
Poderá a minha boca…
Beijar a tua pele nua…
Poderá o Infinito…
Ser um espaço pequenino…
Poderei ser teu Amor…
A razão do teu caminho…
Poderei eu um dia…
Acompanhar os teus passos…
Saborear a tua boca…
Abraçar-te nos meus braços…
Poderei eu um dia…
Ser o brilho no teu olhar…
Poderei eu toda a vida…
Ter a sorte de te Amar…

POETA SOLITÁRIO

POEMA SEM PALAVRAS!

received_1209047555795517

 

Hoje nesta madrugada…
Quero que te sintas tão Amada…
Vou escrever Poema sem Palavras…
Só com o Amor que tanto ansiavas…
Tua pele arrepiada, em Braile…
Onde te leio na ponta dos dedos…
Neste Poema sem Palavras…
Revelo-te os meus segredos…
Hoje não vou usar letras ou palavras…
Nem qualquer tipo de sinalização…
O Poema que escrevo na tua pele…
Será escrito com Amor e Paixão…
Na minha boca levo os beijos…
E na Alma a vontade…
De realizar nossos desejos…
De te Amar de Verdade…
No teu corpo tatuo o Amor…
E provoco-te o arrepio…
Quero ser o teu calor…
Nas tuas noites de frio…
Sou o teu Poema sem Palavras…
Escrito numa folha em branco…
Onde no brilho dos meus olhos…
Sabes que te Amo tanto…
E do nosso Amor, fazemos Poesia…
Num Poema nunca escrito…
Onde és tudo que eu Amo…
Mulher… Admito!

POETA SOLITÁRIO

Posso…

13457732_10208313710819335_2067141671_n

 

Posso ser simples mas por vezes tão confusa…

Posso gostar de simplicidade e não de ostentação e luxos…

Posso ter qualidades e defeitos como qualquer comum mortal…

Posso ser forte de tão frágil que sou…

Posso ser uma brisa ou virar furacão…

Posso ser doce como mel ou acre como fel…

Posso gostar de ser o motivo do sorriso de alguém…

Posso amar e ser amada porque me permito a isso…

Posso fazer amor com intensidade ou sexo por prazer…

Posso ser Anjo que nas mãos certas vira Demónio…

Posso ser clara como o dia ou negra como a noite…

Posso ser tanta coisa mais, porque quero, porque posso e porque sou eu quem decide…

Sou eu…

Simplesmente porque posso!

 

Miss Kitty

Tu! Sim tu… Olhas para mim e o que vês?

12400646_1648410062071391_8216507256342639662_n

O lema da nossa vida.

Amada por uns,
Odiada por outros.

Por muito que queiramos satisfazer a quem nos rodeia.
Nem todos nos vêem da mesma perspectiva.
Como o ditado antigo diz:- Não se pode agradar a gregos nem a troianos.

Tu! Sim tu… Olhas para mim e o que vês?
Não sabes…pois…
Mas eu digo-te,
Sou alguém que está sempre onde tu precisas e quando precisas,
Sou aquela que te escuta, quando pensas que estou distraída,
Sou a pessoa que te admira e ama, sem tu saberes e que gostava que tu a amasses também.

Mas… a tua visão e mente dizem-te o contrario.
Sou uma gaja que não te larga do pé, quando queres estar só, mas sabes que precisas de apoio.
Sou simpática demais, não é normal.
Ela tem um sorriso falso, não é de confiança.

Digo-te… como te enganas a meu respeito…
A aparência exterior não é tudo e tu..
não te dás ao trabalho de conhecer a aparência interior.

LOLA #69Letras