Arquivo de etiquetas: alto

Como se nada fosse certo meu amante ?

Como se nada fosse certo meu amante ?
Ausenta-te por favor…
Preciso de mais uma vez poupar a minha alma a mais um sermão interno.
A minha mente calça os sapatos e palmilha em direção as recordações das noites passadas.
Até à próxima, digo-te eu de cueca molhada.
Este desejo carnal,
Preocupa-me.
Possui-me.
Amiga de segredos
Amante de orgasmos.
E mais uma vez nesta noite..
Seremos o que ?
Amantes ou amigos?
Sinto-me mais uma vez um salto alto bonito…
Anda por umas horas.
Não digas mais.
Curto e grosso
Sem modos e maneiras.
Não me faças apaixonar-me por ti.
©Krishna 2017     #69Letras

O desejo é satisfeito… e depois? E agora?

 

Como poderia eu correr vazia quando repleta de uma capacidade de desejo constante…
Desejo de ficar e ao mesmo tempo de fugir
Desejo de ter e ao mesmo tempo não querer
Desejo de correr atrás, deixar a vontade falar mais alto e ao mesmo tempo não correr… andar apenas
Andar ao sabor do momento com a vontade teimosa em passar aquela linha ténue… aquela que não devo e quando menos espero estou lá…
É lá que me sinto viva… no impensável, no desconhecido, no improvável, no proibido
A linha que conduz a minha alma, a réstia de tudo o que me enche e teima.
Não quero transpor essa linha… não quero perder essa capacidade de desejo constante
O desejo é satisfeito… e depois? E agora?

~PensamentosDeAlexandra

 


Obtém 10% de desconto em todas as tuas encomendas! 69 novas formas de prazer!

Regista-te em www.aubaci/69letras

Vamos aproveitar… abraça-me forte!

e833ae6bb5a157809052ecc521f7718a

Fotografia: Jürgen Vollmer – Paris, 1960

 

Aproveita esta noite e ouve o quão alto fala o meu coração, mas não uses os ouvidos não, porque ser-te-á tudo revelado num beijo.
Vamos sentar-nos frente a frente, olhos nos olhos, mãos com mãos, corpo com corpo, lábios nos lábios e amar-nos sem medo de nos perdermos amanhã.
Hoje, aqui e agora, consome os meus sonhos através de um beijo, sente tudo o que o meu coração não te diz num simples e apaixonado beijo e deixa-me ouvir as respostas na ponta da tua língua a devorar a minha.
Vamos aproveitar a noite, e depois de tudo dito, abraça-me forte!

 

A Vizinha

O que é que fizeste?

Artista: Mark Horst
40cdffe877acc870c5da1ee743cf806b

Que silêncio insuportável é este, que antes era reconfortante e agora deixa-me inquieta?
Que silêncio é este que tem o teu nome a rugir no meu peito?
Peço-lhe para parar mas ainda grita mais alto.
Preciso de barulho, vou procurar ruído e abafar o teu nome dentro de mim…