Arquivo de etiquetas: acender

Eu quero fugir de ti, mas tu não deixas!

 

9472f18b702ca91af90a9c1034d27d5e

 

Fotografia: Via Pinterest

 

Eu quero fugir de ti, mas tu não deixas!
Quem és tu?
Quem és tu que surges com esse ar de galã e seduzes-me e baralhas-me? E quem te disse que funciona? (Talvez a minha falta de jeito em fingir que não gosto)
Quem és tu que calas as minhas teorias, receios, medos e ‘q’s’ com as palavras que sabem a beijos?
Quem és tu, que me chamas para os teus braços e que o meu lugar não é longe de ti?
Quem és tu, que me beijas com desejo e me acendes o desejo sem me tocares?
Quem te disse que podias chegar e aprisionar a minha mente junto com o coração?
Quem és tu, de onde viste e porque só chegaste agora?
Quem és tu que agora, não estás aqui?
A Vzinha

Estou a chegar. Prepara-te. Porque esta noite quero-te amar!

1056e6d2f60830175a0e5ff9517a5c16

Gostar de ler? Segue-nos.

Estás em casa? Ótimo, estou a caminho.
Põe a música a tocar, acende as velas, encomenda o jantar, abre a garrafa de vinho e deixa-o abrir-se para o nosso paladar.
Recebe-me de calças de ganga e camisa com os botões desapertados e cabelo desalinhado.
Não percas tempo, despacha-te porque estou a chegar.
Quando chegar, dispenso o ‘olá tudo bem’ ou qualquer outro diálogo.
Quando chegar vou despir-me enquanto a música toca e tu observas-me do sofá. Servirei duas taças de vinho. Uma para ti e outra para mim enquanto brinco com as curvas do meu corpo e desfilo para ti.
Depois, tu vens dançar bem coladinho ao meu corpo já só em lingerie, em cima dos saltos altos do tom que me adoras ver. Vermelho.
Vou fechar os olhos com a cabeça no teu peito, e ali, naquele espaço só o meu corpo estará nas tuas mãos, porque a alma, ela estará algures difundida na melodia que toca no ar…
O toque da campainha vai anunciar o jantar e será mesmo no chão que vamos comer.
Comer o jantar, e devorar a pele um do outro com o olhar. As palavras estão proibidas, podemos por hoje ter o direito de não falar? Só quero quero escutar o som da felicidade no ar…
Estou a chegar.
Prepara-te.
Porque esta noite quero-te amar!

Eu quero fugir de ti, mas tu não deixas!

2d1499a51a8798a1e86f612547844025

 

Quem és tu que surges com esse ar de galã e seduzes-me e baralhas-me? E quem te disse que funciona? (Talvez a minha falta de jeito em fingir que não gosto)
Quem és tu que calas as minhas teorias, receios, medos e ‘q’s’ com as palavras que sabem a beijos?
Quem és tu, que me chamas para os teus braços e que o meu lugar não é longe de ti?
Quem és tu, que me beijas com desejo e me acendes o desejo sem me tocares?
Quem te disse que podias chegar e aprisionar a minha mente junto com o coração?
Quem és tu, de onde viste e porque só chegaste agora?
Quem és tu que agora, não estás aqui?

© Cátia Teixeira 69 Letras 2015